Exército ganha 7 milhões de seguidores desde o segundo turno das eleições

Quase 25 milhões de pessoas seguem as Forças Armadas nas redes sociais
-Publicidade-
Exército tem agora 15,5 milhões de seguidores | Foto: Wikimedia Commons
Exército tem agora 15,5 milhões de seguidores | Foto: Wikimedia Commons

Os perfis das redes sociais das Forças Armadas no Brasil ganharam cerca de 8,5 milhões de seguidores desde 30 de outubro, quando foi realizado o segundo turno das eleições e começaram os protestos em todo o país contra o resultado das urnas. O Exército teve o maior número de seguidores no período.

De acordo com um levantamento da consultoria Bites, divulgado no domingo 27 pelo jornal O Globo, a Marinha, que hoje tem 4,8 milhões de seguidores, ganhou mais 749 mil desde 30 de outubro. A Aeronáutica acrescentou 700 mil seguidores e passou a ter 4,6 milhões.

Já o Exército teve o número mais expressivo: 7 milhões de pessoas passaram a seguir os perfis do Exército, que agora é de 15,5 milhões de seguidores. Apenas no Twitter, o Exército tem 2,1 milhões de seguidores.

-Publicidade-

Esse número supera as quatro redes do Exército dos Estados Unidos, que possui 10,4 milhões de seguidores.

Os protestos começaram logo depois de proclamado o resultado, dando a vitória a Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Até 8 de novembro, os manifestantes fizeram centenas de protestos em rodovias, interditando pistas em todo o país. Entre 16 e 22 de novembro, uma segunda onda de protestos foi realizada, especialmente em Mato Grosso, depois que o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), bloqueou contas bancárias de 43 pessoas e empresas. 

Também, desde o fim das eleições, centenas de pessoas se concentram em frente aos quartéis do Exército das principais cidades do país, incluindo Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários Ver comentários

  1. Parabéns p esses brasileiros de raça nas fico com dó apesar do esfirço, vai citar bada e o vagabundo FDP vai assumir e arrebentar com o Brasil
    Ele não preeeessstttaaaaa é ladrao imundo cachorro covarde extruncho cachaceuro quadrilheiro

  2. Idosos, crianças, famílias foram e estão às portas dos quartéis até agora.
    É bom ter a noção daquilo que depois de perdido não se ganha mais.
    SE CHAMA MORAL !!!

  3. Minha opinião.

    As Forças Armadas tiveram que conviver por muitos anos com o desgaste decorrente do regime militar de 1964. Um regime que foi instalado após uma revolução civil com apoio militar, concebido para ser breve, mas que teve que recrudescer devido à reação violenta da extrema esquerda. Ossos do ofício.

    Se desta vez não se sensibilizarem com o clamor pela memória dos traumas do passado, o desgaste será infinitamente maior do que o sofrido anteriormente. A parcela frustrada da população, desta vez é muito maior. Sem falar nas questões internas, que certamente surgirão em escala bem maior do que a de 64, uma vez que há um conflito de valores sem precedentes.

    O país não deveria ter chegado a esse ponto.

    Agora, dos males, o menor.

  4. Se circundassem “Gericó” com passo sincronizado fariam ruir as suas “Muralhas”.

    Bastaria que 1/5 dessa gente marcasse uma reunião de “confraternização” em Brasília, para que todos os nossos problemas fossem resolvidos.

  5. Bom dia. Tem situações que requerem decisões, e não defesa insegura. Me parece que a proteção da CONSTITUIÇÃO é uma situação assim. Todos sabem que não há mais nada a dizer.

  6. As forças armadas estão nas 4 linhas assim como o presidente 4 linhas = covardia, e o povo que se lasque !! imagino o seguinte para que eleições ? se o que você coloca na máquina não será o real ? quem garante ? – única forma de protesto agora será não perder tempo em votar – não perder tempo com eleições se esta tudo no esquema pra que perder tempo ?

  7. Acho q a imagem das FFAA vai ficar bem prejudicada depois da população estar clamando por ajuda e não ser atendida.
    Braço forte foi dobrado há tempo.
    Mão amiga das instituições.
    O povo, deixe do lado de fora dos muros

  8. As três Armas terão que bater continência para um corrupto condenado. Se essa corja subir a rampa, não saem mais de lá. Ou as Forças Armadas resolvem isso agora ou depois será muito tarde. Quem viver verá.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.