Fachin atende pedido de Lula contra Dallagnol

Conselho Nacional do Ministério Público tem 72 horas para explicar os supostos adiamentos do julgamento de Deltan em ação movida pelo petista
-Publicidade-
O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL | O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Conselho Nacional do Ministério Público tem 72 horas para explicar os supostos adiamentos do julgamento de Deltan em ação movida pelo petista

fachin
O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin deu 72 horas para que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) explique os adiamentos do julgamento de Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Paraná, em ação do ex-presidente Lula. A defesa do petista recorreu ao STF na sexta-feira 21, para garantir que o CNMP julgue Dallagnol na terça-feira 25. Lula interpela a demora do conselho em analisar a ação, apresentada há 4 anos. O prazo para análise acaba em setembro. Conforme a defesa do ex-presidente, o tema já foi retirado da pauta 42 vezes.

Leia também: “Fachin confessa que gostaria que Lula tivesse concorrido em 2018”

Lula quer que Dallagnol seja punido por “abuso de poder”. O motivo é uma apresentação em PowerPointde 2016, em que o ex-presidente é representado pelo coordenador da Lava Jato como chefe de uma organização criminosa. Relator do pedido de Lula no Supremo, Fachin determinou que “em vista das alegações trazidas pelo requerente Lula, solicitem-se informações da requerida Advocacia-Geral da União, no prazo de 72 horas (setenta e duas horas), contadas em dias corridos”. Além de ser alvo do petista, Dallagnol também está na mira dos senadores Renan Calheiros e Kátia Abreu.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site