Fachin nega habeas corpus a Roberto Jefferson

O ministro não analisou o mérito do pedido

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
O ex-deputado Roberto Jefferson está preso no Presídio Pedrolino Werling (Bangu 8)
O ex-deputado Roberto Jefferson está preso no Presídio Pedrolino Werling (Bangu 8) | Foto: Divulgação

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou habeas corpus para o ex-deputado Roberto Jefferson por razões técnicas processuais. A decisão foi assinada na quinta-feira 3 e se tornou pública no domingo 6.

O ministro não analisou o mérito do pedido. Ao fundamentar sua decisão, o ministro usou o entendimento do STF de que não cabe pedido de habeas corpus contra “decisão proferida por ministro do Supremo Tribunal Federal ou por uma de suas Turmas, seja em recurso ou em ação originária de sua competência”.

Por isso, o ministro considerou que o habeas corpus não seria o instrumento adequado, e “não conheceu” o recurso. Além disso, Fachin afirmou que o autor do pedido, Paulo Cesar de Brito, não tem procuração nos autos. O ministro disse ainda que não se tinha informação de que a apresentação do pedido fosse de conhecimento de Roberto Jefferson.

-Publicidade-

No fim de outubro, o ministro Alexandre de Moraes, do STF, revogou a prisão domiciliar de Jefferson e determinou que o ex-deputado voltasse para a prisão. Quando policiais federais chegaram à residência de Jefferson, ele os atacou com fuzil e granadas. Somente depois de oito horas o ex-deputado se entregou.

Leia também: “Moraes roubou a cena”, texto publicado na edição 136 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários Ver comentários

  1. O Bob Jeff foi cúmplice do Lula no Mensalão. Foi ele que denunciou o esquema, quando se desentendeu com os demais integrantes da quadrilha por uma querela relativa a um outro roubo, desta vez nos Correios.
    É claro que o chefe da quadrilha e seus companheiros criminosos não iam deixar barato. Ele – e só ele – está preso a mando dos amiguinhos que o Luladrão colocou no STF.
    Isso é para ele aprender a nunca mais denunciar os criminosos esquedistas, com o perdão do pleonasmo.

    1. Como assim amor? Socialismo é e sempre foi a pregação do ódio.
      A lógica é sempre dividir os seres humanos em grupos (classes) e incentivar o ódio de uns pelos outros. Assim:
      Os pobres devem odiar os ricos, porque têm mais do que eles.
      Os empregados devem odiar os patrões, pois estes são exploradores.
      Os gays têm que odiar os héteros, pois eles são sempre preconceituosos.
      As mulheres devem odiar os homens porque todos são machistas.
      Os negros devem odiar todos os brancos porque são todos racistas.
      Os esquerdistas devem odiar todos os não esquerdistas, porque eles seriam fascistas.

  2. Roberto Jefferson foi o delator do mensalão, acusando diretamente o Lula.
    O que está acontecendo com ele é o que acontecerá a todos que ousarem contestar o PT, a eleição, e o governo esquerdopata – se e quando ele assumir.
    Todos os que se manifestaram contra, inclusive nós comentando notícias, seremos perseguidos e presos pelo novo governo, sob a acusação de espalhar fake news.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.