Guedes afirma que órgão do Senado é ‘ferramenta de militância’

Ministro da Economia disse que os parlamentares estão mal assessorados
-Publicidade-
Guedes participou de entrevista coletiva
Guedes participou de entrevista coletiva | Foto: Edu Andrade/Ascom/ME

O ministro da Economia, Paulo Guedes, queixou-se de funcionários da Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado Federal, que estariam atrapalhando o andamento das reformas econômicas na Casa.

“Eu acho que os senhores senadores estão muito mal assessorados”, declarou Guedes, na quinta-feira 26, em coletiva de imprensa. Onyx Lorenzoni participou do evento, na condição de ministro do Trabalho.

“O IFI dizia que o PIB ia cair muito. Depois, que o Brasil ia ficar em recessão. Recentemente, falaram que não íamos conseguir crescer, e estamos crescendo quase 5%”, observou Guedes. “O IFI é uma ferramenta de militância.”

-Publicidade-

Durante a coletiva, Guedes teceu elogios ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL): “Lira está atuando em altíssima velocidade para tirar o país do buraco. Enquanto isso, do Senado, está vindo só bomba”.

Em uma live para investidores, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que a Casa tem compromisso com o país, “com o desenvolvimento econômico, mas não se torna subserviente ao governo”.

Leia também: “Pacheco rejeita oficialmente abertura de impeachment contra Moraes”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

22 comentários

  1. Qual o compromisso do Pacheco com o País ? Será que esse país do qual o Pacheco fala é a CHINA ? Acorda PACHECÃO !!! Bota as coisas pra andar rapaz ! Como bom Mineiro, você está dando mole e não irá se reeleger.

    1. Esse “rodrigo”, minúsculo mesmo, é um omisso a tudo que for do governo. Ele acha que fazer andar as pautas do governo é ser subserviente, e prefere ser subserviente dos bandidos cheios de processos no STF , inclusive ele, e até da ching, a quem parabeniza pelos 100 anos de comunismo sanguinário. Não passa de um “rodrigo” como o “maia”.

  2. O Pachequin é subserviente ao Aziz e ao Lula. Ele é aliado do Aziz. Deve participar das “festinhas” do Aziz, como subserviente. Serve bebidas aos “convidados”.

  3. É só traíras impatrioticos, preocupados com seus benefícios. Aqui em MG Zema já faturou a reeleição, com o ❤ carinho do funcionalismo público – DESPREZADO PELOS SEUS PAIS AÉCIO E PIMENTEL.
    COM OS salários colocados em dia viraram garotos propaganda.
    Antes eram garotos de programa e ainda se iludiam com a mídia comprada.

  4. PachecoPastel o energúmeno Vil e pau mandado…um desastre no senado federal. + um canalha de paletó !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! traidor da pátria!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. O Paulo Guedes está certo. Sou de São Paulo. Gostaria de saber se o meu estado ainda tem senadores trabalhando, visto que 1 faleceu, outro acabou de se afastar por problemas de saúde ( antes aparecia na mídia só em véspera de eleição) e a senadora só apareceu para dar vexame na cpi da piada. Cadê os substitutos dos 2 citados?

  6. O RODRIGO PACHECO anda a passos lento, enquanto que a Câmara dos Deputados trabalha bastante pelo PAÍS, com o Arthur Lira. Infelizmente, o RODRIGO PACHECO está contaminado com o VÍRUS ALCOLUMBRE, que é contagioso e se manifesta pela INVEJA, ÓDIO, BOICOTE ao desenvolvimento do BRASIL.

  7. A política no Brasil só tem atraído pessoas como esse Pacheco, gente sem princípios e amor ao país. Avançar a nação com esse tipo de peso morto é um desafio impossível. As democracias estão em risco pela qualidade dos políticos.

  8. Como “representante do povo brasileiro”, Pacheco não deveria ser obrigado a manter suas redes sociais abertas ao público, para receber sugestões e críticas? Recebe verba para tal, poderia ser até considerado enriquecimento ilícito, improbidade administrativa ou algo do gênero?

  9. Se os estados e municípios tem um legislativo unicameral, por que só a federação tem que ter um sistema legislativo bicameral? Aí vão dizer: O senado representa dos estados de forma igualitária, o que é um absurdo. Como comparar Sergipe com São Paulo em termos de igualdade? Isso daí tinha que mudar radicalmente com a supressão desse senado que só dá despesa e serve de depósito de velhacarias inúteis.

  10. O RODRIGO PACHECO é subserviente só do BARROSO. Pra abrir aquela CPI fajuta, obedeceu rapidamente. É um capacho do STF, com o rabo preso.
    Salvo raras exceções, o senado é uma vergonha.

  11. Não, mesmo senador Pacheco. A subserviência do senado é ao STF. O senhor está certo. O senado é uma vergonha!
    Sua pessoa e este senado que o senhor assumiu? se tornaram desnecessários ao país.

  12. PACHECO, EM PORTUGUÊS VULGAR, SIGNIFICA MEDIOCRIDADE, POMPOSIDADE
    OCA. EM PORTUGUÊS ERUDITO SIGNIFICA AQUELE QUE VEM DA ESPANHA, AQUELE
    QUE VEM DA PENÍNSULA IBÉRICA. ATUALMENTE, PARECE SIGNIFICAR AQUELE QUE
    SE AJOELHA PERANTE PODEROSOS, IGNORANDO O PAÍS.

  13. Para que precisamos de 3 inúteis senadores por Estado? O Estado de Amapá tem 3 inúteis Randolfes/Alcolumbre com pouco mais de 500 mil eleitores. Alcolumbre já presidiu o Senado e atualmente preside a CCJ do Senado e ainda não marcou a sabatina de Andre Mendonça indicado por Bolsonaro para o STF. Por que nenhum ministro do STF não impõe ao Senado a urgente sabatina já que o STF esta com apenas 10 ministros? Como desempatar quando necessário como no julgamento da prisão em 2a. instância?
    Afinal, não basta 1 inútil por estado?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro