Irmão de Luis Miranda deixa o Brasil e entra em programa de proteção de testemunha

Luis Ricardo Miranda estaria recebendo ameaças depois de ter denunciado supostas irregularidades em negociação por vacina
-Publicidade-
Luis Ricardo Miranda <i>(à esq.)</i>, servidor do Ministério da Saúde, prestou depoimento à CPI da Covid ao lado do irmão, deputado Luis Miranda
Luis Ricardo Miranda (à esq.), servidor do Ministério da Saúde, prestou depoimento à CPI da Covid ao lado do irmão, deputado Luis Miranda | Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Irmão do deputado federal Luis Miranda (DEM-DF), o servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda deixou o Brasil na noite de quinta-feira 28 e entrou para o programa de proteção de testemunhas da Polícia Federal (PF).

Segundo o parlamentar, seu irmão vinha recebendo ameaças de morte depois de ter denunciado supostas irregularidades nas negociações para a aquisição da vacina indiana Covaxin, contra a covid-19, pelo governo federal. A compra acabou não se concretizando.

Ainda de acordo com o deputado, Luis Ricardo Miranda foi exonerado do cargo de chefe da Divisão de Importação do Ministério da Saúde depois de prestar depoimento à CPI da Covid, em junho.

-Publicidade-

“Por medo de represálias, meu irmão não me falou nada e já está na custódia do programa de proteção a testemunhas”, afirmou o parlamentar do DEM ao jornal O Estado de S. Paulo. Em sua conta oficial no Twitter, o deputado foi mais incisivo: “O Brasil não é como nos quadrinhos, onde o bem sempre vence! Meu irmão continuou sendo atacado pelo governo, foi exonerado, por conta das ameaças teve de entrar para o programa de proteção à testemunha e sair do país. Jair Bolsonaro, cria vergonha na cara, você sabe a verdade!”, escreveu.

Em depoimento à CPI em junho, Luis Miranda e Luis Ricardo Miranda disseram à comissão que alertaram o presidente Jair Bolsonaro sobre supostas irregularidades no contrato da Covaxin.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.