Janaina Paschoal confirma saída do PSL e apoio a Tarcisio em São Paulo

Em relação à disputa ao Planalto, disse ter pautas que coincidem tanto com a agenda de Bolsonaro quanto com a de Moro
-Publicidade-
Deputada Estadual de São Paulo Jainaina Paschoal | Foto: Marco Antonio Cardelino/Alesp
Deputada Estadual de São Paulo Jainaina Paschoal | Foto: Marco Antonio Cardelino/Alesp

A deputada estadual de São Paulo Janaina Paschoal (PSL) confirmou nesta sexta-feira, 17, a Oeste que vai sair do PSL. Ela também disse que vai apoiar o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, na disputa pelo governo de São Paulo.

A parlamentar, que ganhou notoriedade por ser uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), agora está em busca de outro partido para concorrer ao Senado.

-Publicidade-

A negociação mais avançada é com o PRTB, do ex-presidente Hamilton Mourão e que era presidido por Levy Fidelix, que morreu neste ano em decorrência de complicações causadas pela covid-19. Ela também já foi sondada por PL, PP, Republicanos e Podemos.

O seu atual partido, que deve perder vários apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, anunciou neste ano que vai se fundir com o Democratas (DEM) para criar o União Brasil.

“É muito visível que o União Brasil, pelos menos esta é a minha leitura, tem uma proximidade muito grande com o PSDB, com o governador João Doria, e já declarou apoio ao vice-governador, Rodrigo Garcia”, pontuou.

Janaina Paschoal disse que, pessoalmente, não tem nada contra Garcia, que disputará o Palácio dos Bandeirantes, mas garantiu que seguirá outro caminho: apoiar a candidatura de Tarcísio Gomes de Freitas.

“Eu vou apoiar o ministro Tarcísio, não sei quem ele vai apoiar para o Senado, sei que eu vou concorrer ao Senado e vou apoiá-lo.”

Em relação à disputa ao Palácio do Planalto, Janaina Paschoal disse ter pautas que coincidem tanto com a agenda de Bolsonaro — as conservadoras — quanto com a de Moro — de combate à corrupção: “Qualquer um que passe [para o segundo turno], eu vou apoiar”.

Na visão dela, atritos entre os dois beneficia apenas o PT ou Doria. “Vou seguir destacando os lados positivos de um e de outro, o que concordo, e não vou deixar de falar daquilo que discordo.”

“Quero esperar mais eles exporem suas ideias, indicarem quem serão seus vices, que isso para mim é muito importante”, finalizou.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.