Ditadura venezuelana financiou Lula, diz ex-chefe de Inteligência militar chavista 

'Movimentos políticos de esquerda' receberam dinheiro do país 'por pelo menos 15 anos', revela Hugo Carvajal
-Publicidade-
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva | Foto: Reprodução/Redes sociais

O ex-chefe de Inteligência e Contrainteligência da Venezuela Hugo Carvajal confessou que a ditadura do país “financiou ilegalmente movimentos políticos de esquerda pelo mundo por pelo menos 15 anos”. Também conhecido como El Pollo, ele escreveu um depoimento de sete páginas para a Justiça da Espanha, que o mantém sob custódia. As informações foram publicadas na terça-feira 19 pelo jornal espanhol Ok Diario.

“O governo venezuelano financiou ilegalmente movimentos políticos de esquerda pelo mundo por pelo menos 15 anos, entre eles a criação do partido político espanhol Podemos”, escreveu El Pollo.

-Publicidade-

O depoimento prossegue: “Enquanto fui diretor de Inteligência e Contrainteligência militar da Venezuela, recebi uma grande quantidade de relatórios mostrando que esse financiamento internacional estava ocorrendo. Exemplos concretos são: Néstor Kirchner, na Argentina; Evo Morales, na Bolívia; Lula da Silva, no Brasil; Fernando Lugo, no Paraguai; Ollanta Humala, no Peru; Zelaya, em Honduras; Gustavo Petro, na Colômbia; Movimento 5 Estrelas, na Itália; e Podemos, na Espanha. Todos esses foram relatados como receptores de dinheiro enviado pelo governo venezuelano”.

No entanto, Carvajal ainda deverá apresentar documentos para provar as acusações.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.