-Publicidade-

Militante do Psol torce para câncer de Covas ‘trabalhar mais rápido’

Autor de mensagem define caso como "piada"
A "piada" de Ronald Rios sobre a saúde de Bruno Covas | Foto: Reprodução/Twitter
A "piada" de Ronald Rios sobre a saúde de Bruno Covas | Foto: Reprodução/Twitter | ronald rios - bruno covas - câncer - militante do psol

Autor de mensagem define caso como “piada”

ronald rios - bruno covas - câncer - militante do psol
A “piada” de Ronald Rios sobre a saúde de Bruno Covas | Foto: Reprodução/Twitter

Um apoiador da candidatura de Guilherme Boulos à prefeitura de São Paulo demonstrou torcida contra a saúde do oponente do integrante do Psol no segundo turno. Na noite de ontem, segunda-feira 16, Ronald Rios postou mensagem sobre a doença enfrentada por Bruno Covas (PSDB).

Leia mais: “Em debate sonolento, Covas e Boulos trocam farpas”

“Segundo turno entre Boulos e Covas eu tô torcendo pro câncer trabalhar mais rápido”, publicou Rios em seu perfil no Twitter. Pela mesma plataforma, ele tem agido como militante do candidato do Psol. Nos últimos dias, pediu publicamente voto para o socialista e compartilhou mensagens como “foda-se Covas”.

O teor do conteúdo causou indignação junto ao diretório nacional do PSDB. “Essas são as pessoas que se melindram quando são chamadas de radicais? Onde está a humanidade aí?”, questionou o partido em mensagem divulgada pelas redes sociais.

Num primeiro momento, Rios ironizou a situação. Manteve a postagem no ar, afirmou ter feito uma “piada” e ainda se considerou responsável por fazer a postagem dos tucanos ganhar força no ambiente on-line. “Obrigado pela atenção, PSDB. De nada pelo raro engajamento obtido!”, afirmou.

Recuo

A repercussão negativa da “piada” fez Ronald Rios recuar horas depois. Na tarde desta terça-feira, 17, ele apagou as mensagens sobre a luta de Bruno Covas contra o câncer e a crítica feita pelo PSDB. Entretanto, em podcast (que segue no ar), ele tira sarro da situação.

“O Covas vai chorar mais?”

“Vamos ser sinceros: ele [Covas] não é nenhum santo”, afirmou Rios. “Ele é do PSDB, o partido responsável pelo genocídio nas periferias há anos e anos”, prosseguiu. “O Covas vai chorar mais?”, indagou o rapaz, que se diz humorista (trabalhou na MTV e no extinto CQC Brasil) mas atua como militante do Psol no Twitter.

  • Mais sobre o “ódio do bem”:

Colunista da Folha assume: torce pela morte de Bolsonaro
“Twitter deixa que se propaguem mensagens de ódio contra Bolsonaro”
“‘Ódio do bem’ se propaga contra Osmar Terra”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês