Moro afirma que PL quer cassar seu mandato

Fernando Giacobo, presidente da sigla no Paraná, pediu uma investigação de supostas irregularidades nos gastos e nas doações antecipadas do ex-juiz
-Publicidade-
No início de dezembro, o TRE-PR reprovou pela terceira as contas de Moro
No início de dezembro, o TRE-PR reprovou pela terceira as contas de Moro | Foto: Agência Brasil

O senador eleito Sergio Moro (União Brasil-PR) disse, nesta quarta-feira, 7, que o Partido Liberal ingressou no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) para cassar seu mandato.

Fernando Giacobo, presidente da sigla no Paraná, e o deputado federal Paulo Martins (PL-PR), ex-candidato ao Senado, teriam pedido uma investigação de supostas irregularidades nos gastos e nas doações antecipadas do ex-juiz. O caso corre em segredo de Justiça. Caso a Justiça aceite o pedido, Martins pode ocupar a vaga que hoje é de Moro no Senado.

Soube pela imprensa que Fernando Giacobo, presidente do PL-PR, e Paulo Martins, segundo colocado nas eleições paranaenses, ingressaram com ação buscando cassar meu mandato de senador”, escreveu o ex-juiz da Operação Lava Jato, no Twitter. “Anote esses nomes. Maus perdedores que resolveram trabalhar para o PT e para os corruptos.”

-Publicidade-

O ex-juiz teve 33% dos votos válidos. Já o candidato do PL ficou em segundo lugar, com 29% de preferência. Hoje, Moro participa de uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro (PL). A ação da legenda pode ser um dos temas da conversa.

No início de dezembro, o TRE-PR reprovou pela terceira vez as contas de Moro. Entre as questões citadas pelo tribunal, estão o recebimento de recursos com origem não identificada, a omissão de receitas e gastos eleitorais e as doações não incluídas na prestação parcial de contas da campanha.

Procurada por Oeste, a assessoria do PL não se manifestou até a publicação desta reportagem.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

14 comentários Ver comentários

  1. E assim a esquerda vai correndo e destruindo a reputação de homens honestos, trapaceando e afastando da política os homens de bem. Sérgio Moro não tem experiência política, ainda perdido no mundo das narrativas politicamente corretas, seduzido pelo canto da sereia. Ele está começando, e, ainda, é presa fácil no meio dessas raposas velhas. Mas precisa ter mais fidelidade, lealdade para que possa ter apoiadores neste ambiente político. Mas o trabalho que este juiz fez na Lava Jato é indelével. Um imenso serviço prestado ao país, que a esquerda está cancelando e tentando destruir.. Enquanto a esquerda porca e os corruptos ditos de direita que vendem a alma pra qualquer um estiverem no controle do juiciário não havera nenhum tipo de justiça, mas somente cassa às bruxas.

  2. Há muito tempo venho publicando que ninguém quer Sergio Moro em Brasília. Tenho várias postagens sobre isso. Todos têm usado diversas armadilhas, desde à época da indicação para a presidência quando levou rasteira de Podemos (PR) e União Brasil (SP), quanto para o senado, quando levou rasteira do União Brasil (SP). O prêmio de consolação foi a candidatura ao senado pelo Paraná.
    Ou seja, nem a direita, muito menos a esquerda, querem conviver com alguém que tem nas mãos seus passados enxovalhados, para dizer bem pouquinho.
    A luta agora para tirar Sergio Moro é orquestrada por um cascavelense, que a cada 4 anos parasita Foz do Iguaçu, Fernando Giacobo, estranhamente dirigente do PL, partido do presidente da república, que foi apoiado por Moro, explicita e presencialmente. Visa herdar a vaga para seu candidato Paulo Martins, que lamentavelmente se junta ao parasita para o intento.
    Uma vergonha! Uma vergonha para quem vota em Giacobo. Ele não deve ter.

    1. Quem está movendo a ação é justamente quem quer a vaga de Moro, puro interesse próprio, tem q mudar esse sistema de partidos no Brasil e permitir candidatura avulsa, os partidos acabam por si só!!
      Pois como está não representão ninguém apenas a si próprio!!
      Um monte de estrume!!!

    1. Não seria novidade grande parte dos congressistas não serem simpatizantes a legislatura de Moro. Só comprova que tudo que está acontecendo vai além de questões eleitorais. A operação estancar sangria é ampla e tenta sufocar qualquer possibilidade de ameaça ao status quo dos intocáveis do sistema.

  3. Acho lamentável essa atitude do PL. O ex-juiz ganhou porque foi a vontade do povo paranaense. É uma traição ao senador eleito.

  4. Sérgio Moro continua tendo meu profundo respeito. Foi um grande homem durante a Lava Jato e tem grande potencial para colocar pedrinhas em muitos sapatos. Com certeza está sendo vítima dos esquerdopatas e corruptos que sugam as riquezas do Brasil. Vingança pura e simples. Espero que aquela gangue não o vença! As trevas estão se espalhando demais.

    1. mas quem quer cassar ele é o partido do presidente, com o deputado Giacobo e o deputado Paulo martins, aliado do bolsonaro

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.