MPF pede ao Supremo revogação da prisão domiciliar de Geddel

Ex-ministro está em domiciliar por ter sido contaminado pela covid-19
-Publicidade-
Geddel Vieira Lima é ex-ministro da Integração Nacional
Geddel Vieira Lima é ex-ministro da Integração Nacional | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

O Ministério Público Federal (MPF) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira, 31, uma petição em que pede a revogação da prisão domiciliar do ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB-BA). Em julho de 2020, a Corte converteu a execução da pena em prisão domiciliar humanitária com monitoração eletrônica, em virtude do agravamento geral de sua saúde.

De acordo com a subprocuradora-geral da República Londôra Araúho, “passado mais de um ano desde a concessão da prisão domiciliar, tem-se por presumível que Geddel Quadros Vieira Lima tenha sido vacinado contra a covid-19, tanto em razão de sua idade quanto por ser portador de comorbidades”.

Lindôra ainda acrescenta que a população carcerária consta como grupo prioritário no Plano Nacional de Vacinação contra a doença causada pelo novo coronavírus, “razão pela qual é possível considerar baixo o risco de contágio nos estabelecimentos prisionais”.

-Publicidade-

Histórico

Conforme noticiou Oeste, a 2ª Turma do STF derrubou a condenação por associação criminosa que havia sido imposta a Geddel e a seu irmão, o ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima.

No entanto, a condenação por lavagem de dinheiro foi mantida. Com isso, a pena dos políticos reduziu-se em um ano e meio; a da Geddel caiu de 14 anos e dez meses para 13 anos e quatro meses, enquanto a de Lúcio caiu de dez anos e meio para nove anos.

A ação penal que levou à condenação dos dois, em outubro de 2019, refere-se ao bunker encontrado em um imóvel da família em Salvador, local onde a Polícia Federal descobriu R$ 51 milhões.

Leia também: “A Justiça contra a liberdade”, artigo de Cristyan Costa e Silvio Navarro publicado na Edição 74 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro