No Brasil, Movimento Antifa é franquia do PCdoB

Curso do Movimento Antifa é realizado por Escola Castro Alves, entidade ligada à União da Juventude Socialista, braço jovem do PCdoB
-Publicidade-
Confusão no Museu de Arte de São Paulo   (Masp), na Avenida Paulista, na tarde deste domingo, 31 de maio de 2020 | Foto: Fábio Ventura - Estadão Conteúdo
Confusão no Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista, na tarde deste domingo, 31 de maio de 2020 | Foto: Fábio Ventura - Estadão Conteúdo

Curso do Movimento Antifa é realizado por Escola Castro Alves, entidade ligada à União da Juventude Socialista, braço jovem do PCdoB

Movimento antifa
Confusão no Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista, na tarde deste domingo, 31 de maio de 2020 | Foto: Fábio Ventura – Estadão Conteúdo
-Publicidade-

Em meio às manifestações supostamente “antifascistas”, um braço político do PCdoB vem aproveitando esse clima de mobilização coletiva para promover cursos com um viés claramente ideológico e impor a sua visão de mundo sobre o tema.

REVISTA OESTE: O veneno da violência

O partido, por meio da União da Juventude Socialista (UJS), financia a Escola de Formação Política Castro Alves, que oferece um curso gratuito a candidatos a militante antifa. Com duração de seis dias, “Entenda o fascismo para ser antifascista” tem aulas online sobre temas como “Lições de antirracismo para ser antifascista” e “Bolsonarismo e neofascismo”. Por trás do nome fantasia da escola, está o CNPJ da UJS, entidade de formação juvenil do PCdoB. Em sua edição 11, a Revista Oeste dá detalhes de como entidades de esquerda estão se articulando em prol dos movimentos antifascismo no Brasil.

CNPJ

Um outro detalhe sobre esse curso do Movimento Antifa é que o CNPJ da UJS está em nome de Carina Vitral Costa. Ele foi presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) entre os anos de 2015 e 2017 e filiada ao PCdoB. Além disso, Carina foi candidata a deputada estadual por São Paulo em 2018. Teve 33 mil votos. Ela é a primeira suplemente do partido na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

INVESTIGAÇÃOÓrgãos de inteligência apuram financiamento estrangeiro de antifas

A ligação desse tipo de curso de formação com partidos políticos ratifica suspeitas de órgãos de inteligência do governo federal sobre a real motivação dos protestos antifas no País. Além disso, a Polícia Federal (PF) também já abriu inquérito para apurar supostas ligações de partidos com esse tipo de mobilização.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site