Omar Aziz expulsa advogado de Hang e suspende sessão da CPI

Presidente da comissão se irritou com cartazes exibidos pelo empresário; sessão ficou suspensa por alguns minutos, mas já foi retomada
-Publicidade-
Sessão da CPI, marcada por bate-boca e tumulto, foi suspensa pelo presidente do colegiado, Omar Aziz
Sessão da CPI, marcada por bate-boca e tumulto, foi suspensa pelo presidente do colegiado, Omar Aziz | Foto: Flickr/Senado

Como já se esperava, a sessão desta quarta-feira, 29, da CPI da Covid, que colhe o depoimento do empresário Luciano Hang, dono da Havan, vem sendo marcada por bate-boca entre os parlamentares e muita confusão. O presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), pediu que o advogado de Hang deixasse a sessão depois de desentendimentos com o senador Rogério Carvalho (PT-SE).

Aziz se irritou com os cartazes exibidos por Hang com os dizeres “não me deixam falar” e “liberdade de expressão”. Além de expulsar o advogado do empresário, o comandante da CPI ordenou a retirada dos cartazes de protesto. A sessão ficou suspensa por alguns minutos, mas já foi retomada.

Leia mais: “Hoje será o melhor dia da CPI, diz Luciano Hang”

-Publicidade-

O ambiente ficou carregado desde os primeiros minutos do depoimento. Em sua fala inicial, Hang mostrou, com autorização de Aziz, um vídeo sobre a Havan — o que causou indignação em parlamentares oposicionistas, que alegaram tratar-se de propaganda indevida.

Leia também: “Luciano Hang presta depoimento hoje na CPI da Covid”

Outro que se envolveu em discussões acaloradas foi o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, que reapareceu na CPI depois de várias sessões ausente. Ele defendeu Hang e condenou o tratamento dado ao depoente pela cúpula do colegiado. Segundo Flávio, o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), chamou Hang de “bobo da corte”. Calheiros negou as ofensas.

Leia também: “CPI da Covid: líder do governo elabora 10 perguntas para o jurista Ives Gandra”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários Ver comentários

  1. Ainda que sujos, são autoridades e detém poder para inquerir Luciano Hang. Tal autoridade NÃO vem do povo.
    “Cada qual seja submisso às autoridades constituídas, porque não há autoridade que não venha de Deus; as que existem foram instituídas por Deus” (Romanos 13,1).

    Todo poder emana de Deus, inclusive para julgar e inquerir, ainda que os inquiridores da CPI sejam sujos e injustos. Cabe a Hang ponderar o grau de seriedade das perguntas, a possível malícia por trás delas e responder com prudência.

    São João 19,10-11
    “Pilatos então lhe disse: Tu não me respondes? Não sabes que tenho poder para te soltar e para te crucificar?
    Respondeu Jesus: Não terias poder algum sobre mim, se de cima não te fora dado. Por isso, quem me entregou a ti tem pecado maior”.

  2. O Luciano desde menino adora circo, palhaçada!!!
    Neste momento encontra-se, realizado, no picadeiro, certo de que a população brasileira consciente, sabe a honradez e valores inegociaveis que a sua querida progenitora lhe deixou umbilicalmente.
    Grande empresário, bom amigo, excelente pessoa.
    Gosta do seu Pais, ama o seu povo e sua bandeira.
    À PQP seus inquisidores, e quem mais tece a lona desse circo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.