OMS não se compromete mais com prazo para envio de vacina ao Brasil

Senadora Kátia Abreu e o deputado Aécio Neves reuniram-se nesta quinta-feira, 1º, com Tedros Adhanom, diretor-geral da organização
-Publicidade-
Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom | Foto: Reprodução/OMS
Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom | Foto: Reprodução/OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) não consegue mais fixar prazo para o envio de cerca de 8 milhões de doses de vacina prometidas ao Brasil por meio do consórcio Covax Facility. A informação foi divulgada nesta quinta-feira, 1º, à CNN Brasil pela senadora Kátia Abreu (PP-TO), presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado.

Ela e o deputado Aécio Neves (PSDB-MG), que preside a Comissão de Relações Exteriores da Câmara, reuniram-se nesta quinta-feira, 1º, com Tedros Adhanom, diretor-geral da OMS.

-Publicidade-

Leia mais: “Lentidão na vacinação contra a covid-19 na Europa é inaceitável, dispara OMS”

“Ele disse que não podem mais dar cronograma. Das 9 milhões de doses, nos só recebemos até agora 1 milhão, e o resto não se sabe mais quando chegará. Disseram que não eles têm condição, porque há problemas de produção e estão com problemas no mundo todo”, afirmou Katia Abreu.

De acordo com o último cronograma divulgado pelo Ministério da Saúde, quase três milhões de doses deveriam ter chegado até o final de março e seis milhões têm de desembarcar no país até o final de maio.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

12 comments

  1. Uai, mas o Bolsonaro não tava atrasando a vacina?
    Aa excrecências estão descobrindo que não tem vacina no mundo pra todos.
    Bolsonaro acertou em cheio com a produção nacional. Dória também.

  2. O que acontece quando três CANALHAS se juntam???? Extamente isso que os leitores leram.
    Kátia Abreu, em 2022 você irá se juntar à Cadáver Insepulto lá em Porto Alegre.

  3. Entendemos o recado. Se os parlamentares brasileiros assinarem o acordo de 5G com a Huawei e permitirem a montagem da rede de espionagem chinesa, Katia Abreu e seu colega Tedros Adhanom prometem dar uma moralzinha lá junto à turma da “Covax Facility” (que por responder à OMS, por extensão responde à China). Liguem os pontos.

  4. Como um país que pretenda ser sério, escolhe essa duas nulidades para assumirem esse postos de relevância nessas duas casas? Foi até bom que “quebraram a cara”, achando que resolveriam o problema logístico do fornecimento de vacinas, dois idiotas, isso sim.
    Mas, em se tratando desses três vermes, deve mesmo ter rolado outras conversas não republicanas nos bastidores, com certeza.

  5. A nobre senadora 5G não vai pedir o impeachment do diretor da OMS? Não pode, pois ambos trabalham para o mesmo patrão chinês.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site