Partido Novo convida Luiz Felipe d’Avila para disputar a Presidência

Fundador do Centro de Liderança Pública já impôs condições
-Publicidade-
O fundador do Centro de Liderança Pública, Luiz Felipe d'Avila | Foto: Reprodução
O fundador do Centro de Liderança Pública, Luiz Felipe d'Avila | Foto: Reprodução | Foto: Reprodução

O fundador do think tank Centro de Liderança Pública, Luiz Felipe d’Avila, disse nesta segunda-feira, 4, que foi chamado para ser candidato à Presidência da República pelo Partido Novo. O presidente da legenda, Eduardo Ribeiro, formalizou o convite. D’Avila pediu duas semanas para pensar, e já impôs condições. “Primeiro é que meu nome una o partido, a minha cota de partido desunido eu já tive no PSDB e não preciso ter outra”, disse. “A segunda é que nós devemos agir para a construção de uma união do centro.”

D’Avila disputou as prévias do PSDB para o governo de São Paulo em 2018, na qual o atual governador João Doria (PSDB) conseguiu 80% dos votos. Em seguida, foi um dos coordenadores da campanha do tucano Geraldo Alckmin à Presidência. Alckmin terminou em quarto lugar reclamando de ter sido abandonado por Doria. D’Avila saiu do partido. Sua possível chegada ao Partido Novo ocorre em meio às disputas internas entre o criador da sigla, João Amoêdo, e dirigentes que o acusam de impôr um partido de pensamento único.

Leia também: “Partido Novo derrete e perde mais da metade de seus filiados”

-Publicidade-
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.