Partidos receberam R$ 940 milhões dos pagadores de impostos em 2021

Valores foram pagos por meio do fundo partidário
-Publicidade-
Os pagamentos são repassados aos partidos em parcelas mensais ao longo do ano
Os pagamentos são repassados aos partidos em parcelas mensais ao longo do ano | Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste

Os partidos políticos receberam R$ 940 milhões dos pagadores de impostos em 2021 por meio do fundo partidário. Os dados foram publicados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na segunda-feira 3.

Do total repassado às siglas, quase R$ 875 milhões correspondem a recursos do orçamento da União e R$ 66 milhões referem-se a multas e penalidades pecuniárias determinadas pela Justiça Eleitoral.

De todas as legendas, o PSL (antigo partido do presidente Jair Bolsonaro) abocanhou mais recursos do fundo partidário no ano passado, tendo sido contemplado com R$ 105 milhões, seguido pelo PT, com R$ 88 milhões.

-Publicidade-

Em terceiro lugar vem o PSDB, com R$ 55 milhões, seguido pelo PSD (comandado pelo ex-ministro Gilberto Kassab), com R$ 54 milhões. Logo após, vem o MDB, que recebeu R$ 50,6 milhões no exercício passado.

Como funciona o fundo partidário

Efetuados pelo TSE, os pagamentos são repassados aos partidos em parcelas mensais ao longo do ano. Na prática, os valores do fundo partidário são utilizados para custear atividades rotineiras das legendas, como o pagamento de água, luz, aluguel e passagens aéreas. Enquanto isso, o fundo eleitoral serve para custear despesas para a realização das campanhas eleitorais.

Leia também: “A imoralidade do fundão eleitoral”, reportagem publicada na Edição 70 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.