PEC propõe 2º turno com três candidatos no Brasil

Caso o projeto seja aprovado, o candidato poderá se eleger sem a maioria absoluta dos votos válidos na fase extra da disputa
-Publicidade-
Senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR)
Senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) está propondo que o segundo turno das eleições para o Poder Executivo passe ter três candidatos em vez de dois. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de autoria do parlamentar tramita na Casa desde meados de setembro.

Caso seja aprovado, o texto será aplicado para as disputas das prefeituras em cidades com mais de 200 mil habitantes, dos governos estaduais e da Presidência da República. Para ser eleito na rodada extra, o político não irá mais precisar de maioria absoluta dos votos válidos — motivo pelo qual essa fase da disputa foi criada.

“Se nenhum candidato alcançar maioria absoluta na primeira votação, far-se-á nova eleição em até 20 dias após a proclamação do resultado, concorrendo os três candidatos mais votados e considerando-se eleito aquele que obtiver a maior votação”, determina a PEC. O texto inicial conta com a assinatura de 32 dos 81 senadores brasileiros.

-Publicidade-

Leia também: “PSDB de Goiás anuncia apoio a Eduardo Leite nas prévias tucanas”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

12 comentários Ver comentários

  1. Quer dizer então se um determinado candidato conseguir apenas 34% dos votos estará eleito já no primeiro turno?
    Ainda não consegui captar o sentido disso, enfim… Deve haver algum motivo “muito premente” para isso.

  2. Isso tudo é para tentar barrar a reeleição do Bolsonaro. Mais um tentativa desesperada desses canalhas que querem trazer o carniça do Lula ao poder de novo, para voltar a roubalheira.

  3. E pensar que nosso Congresso está repleto de IMBECIS como esse – gente que nem compreende o princípio básico por trás do segundo turno, qual seja para que a população escolha quem atinge a maioria absoluta.

    Em outras palavras: se ele quer que o mais votado ganhe SEM tal maioria, APENAS o primeiro turno basta!

  4. O senador que vergonha p nós que votamos no sr se for assim melhor nem fazer segundo turno pois não vai ter maioria dos votos acaba tudo no primeiro logo .nem tem mais nada p se ocupar a perder tempo com uma bobagem dessas

    1. Parece lógico.
      Eu não votei nesse cara, mas confesso que se Ele fizesse tramitar uma Emenda aos “retalhos” dessa carta comunista, para que se acabe com as câmaras de vereadores para cidades com menos de 30 mil habitantes, certamente muitos votariam nessa figura.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.