‘Precisamos mais do que US$ 100 bilhões ao ano’, diz ministro do Meio Ambiente

Segundo Joaquim Leite, a verba é insuficiente diante dos desafios da transformação energética
-Publicidade-
Os países em desenvolvimento precisam de mais dinheiro, segundo Joaquim Leite
Os países em desenvolvimento precisam de mais dinheiro, segundo Joaquim Leite | Foto: Antonio Molina/FotoArena/Estadão Conteúdo

O ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, disse nesta terça-feira, 9, que a proposta de os países ricos ajudarem as nações em desenvolvimento com US$ 100 bilhões anuais para financiar ações de preservação ambiental se tornou insuficiente diante dos desafios da transformação energética.

“O que significa isso? Que precisamos mais do que os US$ 100 bilhões por ano”, afirmou, durante a abertura do Dia da Indústria, organizado no Pavilhão Brasil, na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26). “Saiu um estudo de um banco que já fala em investimento de US$ 5 trilhões por ano, tanto público quanto privado.”

De acordo com Leite, Executivo e Legislativo trabalharão em conjunto para cumprir as metas estabelecidas na COP26. “Teremos de promover a estrutura e as políticas públicas para que isso aconteça”, ressaltou. “A questão é que, até o momento, nem sobre os US$ 100 bilhões houve avanços práticos.”

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.