Prefeitura do Rio de Janeiro prorroga medidas restritivas até 20 de setembro

Com isso, o funcionamento de boates, danceterias e salões de dança permanece suspenso
-Publicidade-
Eduardo Paes é prefeito do Rio de Janeiro
Eduardo Paes é prefeito do Rio de Janeiro | Foto: Marcos Porto/Agência O Dia/Estadão Conteúdo

A Prefeitura do Rio de Janeiro prorrogou até 20 de setembro as medidas restritivas contra a covid-19. Com isso, o funcionamento de boates, danceterias e salões de dança permanece suspenso, mas casas de espetáculo poderão funcionar com 60% da capacidade e distanciamento social de 1 metro.

Bares, lanchonetes, restaurantes e quiosques da orla poderão apenas servir clientes sentados, com distanciamento de 1,5 metro entre as mesas. Academias de ginástica, por sua vez, podem ter aulas em grupo, mas com distanciamento de 1 metro. Shoppings podem abrir as portas e ocupar 60% do ambiente, desde que evitem aglomerações.

O decreto, assinado pelo prefeito Eduardo Paes (PSD), determina que os organizadores de eventos sejam responsáveis por solicitar à Secretaria Municipal de Saúde a autorização para promovê-los. Na última quarta-feira, 8, o chefe do Executivo municipal afirmou ser possível “realizar qualquer evento, respeitando as análises e protocolos”.

-Publicidade-

Leia também: “Totalitarismo e lockdown, artigo de Daniel Ben-Ami publicado na Edição 70 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro