Presidente do Podemos confirma filiação de Santos Cruz

Renata Abreu comemora chegada de ex-ministro de Jair Bolsonaro e espera Deltan Dallagnol nos próximos dias
-Publicidade-
Renata Abreu, presidente do Podemos, comemorou a chegada do general Santos Cruz ao partido
Renata Abreu, presidente do Podemos, comemorou a chegada do general Santos Cruz ao partido | Foto: Reprodução/YouTube

O Podemos filia nesta quinta-feira, 25, o general da reserva do Exército Carlos Alberto dos Santos Cruz. Ele foi ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República nos seis primeiros meses do mandato do presidente Jair Bolsonaro, até junho de 2019.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, a presidente nacional do Podemos, deputada Renata Abreu (SP), comemorou a filiação, mas não adiantou qual será o plano para Santos Cruz na legenda.

“O Santos Cruz tem uma representação nacional, é uma pessoa extraordinária. Fico muito feliz que as pessoas de bem encontrem na política o grande caminho de transformação social para o nosso país. Hoje é um dia muito especial para o Podemos”, afirmou a deputada. “Santos Cruz está muito engajado nessa construção, principalmente na área de segurança pública.”

-Publicidade-

Renata Abreu adiantou também que o Podemos espera para os próximos dias a confirmação da filiação do ex-coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol.

“Tem muita gente procurando esse caminho da política. Temos algumas filiações que serão anunciadas nos próximos meses. O próprio Deltan tem interesse em entrar na política”, disse a presidente do Podemos.

“Estamos construindo juntos um projeto de país, com causas que falem com a sociedade brasileira. Nossa vontade é o Deltan como federal no Paraná”, prosseguiu a parlamentar.

Moro e o Podemos

Na entrevista, Renata Abreu afirmou ainda que a candidatura do ex-juiz e ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública Sergio Moro ao Palácio do Planalto em 2022 é “irreversível”.

Segundo a deputada, uma parcela expressiva do eleitorado brasileiro não pretende votar em Bolsonaro nem no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Há hoje no Brasil um campo de mais de 40% dos eleitores que não querem nem um nem o outro. O grande objetivo é conquistar esses eleitores”, finalizou.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.