Revista Oeste - Eleições 2022

‘Sem surpresas’, diz Dallagnol sobre investigação no TCU reativada pelo STJ

Apuração no TCU diz que R$ 2,8 milhões em diárias e passagens deveriam ser devolvidos pelos integrantes da Lava Jato
-Publicidade-
Ex-procurador questiona investigação na Justiça | Foto: JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL
Ex-procurador questiona investigação na Justiça | Foto: JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

O ex-procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol disse não estar surpreso com a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que no sábado 25 decidiu reativar uma investigação feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) contra integrantes da operação que mais prendeu políticos e empreiteiros por corrupção no Brasil. 

“Dois dias atrás, logo após mais uma vitória no TRF-4, eu alertei a sociedade e a imprensa para o que iria acontecer se esse caso subisse para o STJ ou STF, e tudo aconteceu exatamente como antecipávamos. Sem surpresas aqui”, disse o ex-membro do Ministério Público Federal, hoje pré-candidato a deputado federal no Paraná pelo Podemos.

A apuração no TCU é sobre suposto recebimento indevido de diárias e passagens pelo ex-integrante do Ministério Público Federal durante a mais famosa operação de combate à corrupção já realizada no Brasil.

-Publicidade-

Até então, a investigação estava suspensa por decisão da Justiça Federal do Paraná. “Os princípios da eficiência, da moralidade e da economicidade administrativa impõem a liberdade de atuação fiscalizatória do tribunal de contas, cuja atividade institucional, ao final, interessa e beneficia toda a sociedade, que clama por uma proba aplicação dos recursos públicos”, afirmou o presidente do STJ, Humberto Martins, em sua decisão.

O TCU começou a investigar o caso depois de representações de parlamentares e do Ministério Público. Em agosto do ano passado, o ministro do TCU Bruno Dantas afirmou que ao menos R$ 2,8 milhões em diárias e passagens deveriam ser devolvidos pelos integrantes da Lava Jato.

Bate-boca com petista

Ao falar sobre o caso nas redes sociais, um dos advogados de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse que “daqui para frente vai ser assim. Vai treinando: coçar o bolso e estender os pulsos”, afirmou Wadih Damous, que também é pré-candidato a deputado federal. 

Dallagnol respondeu no mesmo tom: “Não vou deixar o Brasil esquecer da roubalheira bilionária do seu partido e dos corruptos que você defende.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

14 comentários Ver comentários

  1. Realmente os influenciadores do ódio estão desesperados em destruir a imagem das pessoas que deram um basta nesta corrupção Manuel Castells está cada vez mais atual e Humberto Eco que disse ser o paraíso dos imbecis que
    Migraram do buteco para a internet

  2. O deltan até pode ter feito um jogo duplo. Mas ninguém pode negar que exercendo suas funções de procurador fez o que deveria ser feito. Só acho que outros partidos deveriam ser também incluídos na lista enorme. Agora quem paga é o poste por estar todo mijado! O cachorro sai ileso?🤔🙈

    1. fazer conluio com juiz não faz parte das atribuições de um procurador, muito menos fazer acusações sem provas….convicções não são base para acusação na justiça.

      1. Soa falso e estranho essa afirmação de sem provas após as 3 instâncias de nosso Judiciário, Judiciário esse aparelhado pela própria esquerda – leia-se FHC, Lula e Cia -, ratificar a culpa do corrupto Lula e asseclas, reconhecida pelo Juiz de 1ª Instância. É complicado, tamanha desfaçatez!

      2. Se Dallagnol ou Moro tivessem 1 única prova contra Lula já teriam feito uma coletiva para mostrar ao povo que haveria manipulação para anular a sentença. Leia a sentença do Moro e verá que não há citação a provas ele usou o fraquíssimo argumento “atos indeterminados de ofício”.

      3. =>”… Se Dallagnol ou Moro tivessem …”” … se ….”<=!

  3. Todo militante esquerdista sonha um dia ser diretor de um campo de concentração para massacrar aqueles que eles odeiam. Enquanto eles não realizam esse sonho, vão perseguindo seus oponentes do jeito que dá. Se, graças aos omissos e idiotas úteis, eles vencerem as eleições, só vão descansar quando botarem Moro, Dallagnol, Bolsonaro, etc. na cadeia (vide Jeanine Añez, ex Presidente da Bolívia).

  4. Tudo isso graças aos ministros do STF que livraram Lula e persegue os que combatiam a lava jato! Não de ouve uma palavra desses sinistros supremos! Uma vergonha!

  5. Definitivamente o Brasil virou o “poste mijando no cachorro”…. Os bandidos querendo prender os mocinhos… Depois de um bandido solto se candidatando à presidente da República, tudo é possível…. E o que dizer deste TCU? Indicados por presidentes anteriores???

  6. Esses R$ 2,8 milhões faz parte da quantia que o Gilmar Mendes, vulgo”Bocarra” estava cobrando desses procuradores que queriam formar um fundo anticorrupção de R$ 2,5 bilhões que queriam em comum acordo com a Petrobrás a ser gerido pelo MPF para financiar as operações da equipe de procuradores da operação LavaJato?
    -“São uns cretinos, não sabem o que é processo civilizatório, não sabem nem o que é um processo.” Esbravejou o Gilmar Mendes.
    – “Sabe-se lá o que poderiam estar fazendo com esse dinheiro” Mais uma vez, esbravejou o ministro.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.