-Publicidade-

Suplente do Major Olimpio toma posse no Senado

Empresário Alexandre Luiz Giordano deve permanecer no cargo até 31 de janeiro de 2027
Giordano, novo Senado | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Giordano, novo Senado | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Após a morte de Major Olimpio (PSL-SP) por covid-19, tomou posse no Senado nesta quarta-feira, 31, o empresário Alexandre Luiz Giordano (PSL-SP). Ele deve permanecer no cargo até 31 de janeiro de 2027.

Giordano, nome que o parlamentar adotará, nasceu em São Paulo (SP), tem 47 anos e é dono de cinco empresas que oferecem serviços como manejo de estruturas metálicas, comércio de metais e mineração.

Leia mais: “‘Todo mundo ficou perplexo’, diz Marco Aurélio sobre voto de Cármen Lúcia”

Durante o discurso de posse, lembrou de Olimpio, de quem era amigo de longa data, e disse que vai dedicar seu mandato à causa da igualdade social. Giordano é filiado ao PSL desde 2018. Antes, passou pelo PSDB e pelo PV.

Em seu primeiro ato como senador, anunciou a apresentação de projeto de lei para “deduzir, do Imposto de Renda das pessoas físicas e jurídicas, aquisições de vacinas, como mais uma forma de incentivar a vacinação no Brasil”.

25 de março

O senador lembrou ter passado parte da sua vida como um vendedor ambulante na Rua 25 de Março, em São Paulo, e, assim, ter visto “de perto a ausência do Estado”. A 25 de Março é conhecida como o maior centro popular de compras da capital paulista.

Polêmica

Giordano se envolveu, em 2019, em uma polêmica relacionada a usina de Itaipu. O jornal paraguaio ABC Color afirma que ele foi ao país para tratar de compra de energia excedente da usina e dizia que falava em nome do governo brasileiro. O caso abriu uma crise política no país vizinho e quase derrubou o presidente Mario Abdo Benítez.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.