O novo mapa do agro brasileiro

Os números superlativos do setor demonstram que o brasileiro sabe plantar, como plantar, o que plantar — e entende disso como poucos

Cacau é Bahia. Café? São Paulo. Gado é Rio Grande do Sul. Soja e trigo? Mato Grosso. Essas associações imediatas compõem o mapa do agronegócio desenhado por muitos brasileiros na própria cabeça. Será que ele corresponde à realidade atual?

Nos últimos 40 anos, enquanto a área ocupada pela agricultura brasileira aumentou pouco mais de 30%, a produção agrícola registrou um crescimento de quase 400%. Isso não significa apenas que o país produziu mais sem aumentar a área plantada na mesma proporção. Também demonstra que o brasileiro sabe plantar, como plantar, o que plantar — e entende disso como poucos.

Há alguns anos, depois de ultrapassar o Canadá, o país se tornou o terceiro maior exportador de produtos agrícolas do planeta, atrás apenas dos Estados Unidos e da União Europeia (que congrega 27 nações). O Brasil é responsável por 80% das exportações mundiais de suco de laranja. É também o primeiro no ranking do açúcar, da carne bovina, da carne de frango, do café, do tabaco e do álcool. Com a soja e o milho, o país ganha a medalha de prata. Por conta desses e outros resultados, a expressão “grande celeiro do mundo” já é e tem tudo para continuar a ser uma realidade.

Enquanto a maior parte dos países ocupa de 20% a 30% do território com agricultura — os integrantes da União Europeia oscilam entre 45% e 65% —, os agricultores brasileiros cultivam menos de 8% do mapa nacional. Dos mais de 850 milhões de hectares, cerca de 66% estão cobertos por vegetação nativa. Somadas apenas as áreas de preservação ambiental localizadas nos imóveis rurais, o tamanho alcançado equivale a dez países da Europa juntos: Irlanda, Reino Unido, Portugal, Espanha, França, Bélgica, Luxemburgo, Alemanha, Áustria e Itália.

Anualmente, o Brasil produz 240 milhões de toneladas de grãos, 41,5 milhões de toneladas de frutas, 665 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, 33,6 bilhões de litros de leite, 40 milhões de toneladas de mel e 4 bilhões de dúzias de ovos. Em 2019, foram abatidos 40 milhões de bovinos, 37 milhões de suínos e 6 bilhões de aves. Ao todo, são cultivados em solo nacional quase 550 produtos agrícolas. Esses e outros números fazem do agronegócio um impressionante caso de sucesso.

Veja se você conhece o atual mapa do agro brasileiro. Qual é o Estado que mais produz os itens relacionados abaixo?

Sobre o tema, leia também:
“O produtor rural é quem mais preserva o meio ambiente”

“O extraordinário momento do agronegócio”
“Uma fake news amazônica”

“A pecuária dá uma aula contra o desperdício”

 

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro