João Doria, governador de São Paulo, forografado durante o feriado de Corpus Christi de 2021 tomando sol no Hotel Fairmont, em Copacabana
João Doria, governador de São Paulo, forografado durante o feriado de Corpus Christi de 2021 tomando sol no Hotel Fairmont, em Copacabana | Fotos: Redes sociais

Checamos: não era o Doria

Tomamos uma decisão que pode parecer radical, mas não para quem realmente preza a verdade: enviamos as imagens para um laboratório em Wuhan

Exclusivo: não era João Doria tomando sol naquela piscina de hotel de luxo em Copacabana. A assessoria do governador de São Paulo disse que era ele mesmo, mas nós estamos revelando aqui, em primeira mão, para todo o Brasil, a América do Sul e o mundo: não era ele.

Esse furo de reportagem começou com uma desconfiança — e desconfiar é o primeiro mandamento de todo repórter. A desconfiança também é a mãe da ciência. Desconfiamos das fotos e vídeos que mostravam Doria numa espreguiçadeira do hotel Fairmont. Por uma razão muito simples: o homem fotografado estava sem máscara. Só com muita pressa e leviandade alguém poderia dizer que aquele era o governador de São Paulo — que está de máscara há tempo suficiente para ninguém mais se lembrar exatamente como era a cara dele.

João Doria, governador de São Paulo | Foto: Governo do Estado de São Paulo

Nos recusamos a ser apressados e levianos como a maioria foi diante dessas imagens e passamos a estudá-las detidamente. Notamos que havia sim sinais de similaridade entre o homem das fotos e vídeos e João Doria Jr., mas havia algo estranho no ar. E o ar do Rio de Janeiro, como todos sabem, é traiçoeiro — basta dizer que o prefeito local fechou as praias e abriu as academias de ginástica, numa descoberta do seu comitê científico de que a atmosfera não é confiável. O homem que diziam ser João Doria estava ao ar livre. Portanto, todo o cuidado era pouco.

Tomamos então uma decisão que pode parecer radical, mas não para quem realmente preza a verdade: enviamos as imagens para um laboratório em Wuhan. Se Doria não fosse reconhecido na China, não seria em lugar nenhum do mundo.

Valeu a pena esperar. Enquanto praticamente o Brasil inteiro caía de pau no governador paulista julgando ser ele na piscina do hotel chique, os técnicos do laboratório mais confiável do planeta trabalhavam incansavelmente na análise meticulosa das imagens polêmicas. Tivemos a colaboração decisiva do regime local, que manteve a equipe de cientistas três dias e três noites sem comer e sem dormir, para não atrasar os trabalhos. Fica aqui nosso agradecimento aos mandachuvas chineses por endurecer sem perder a ternura e não deixar ninguém fazer corpo mole — um dos problemas frequentes dos países que exageram na democracia.

Toda a literatura científica comprova que Doria prefere pegar sol em Miami

O laudo saiu mais rápido que vacina de ocasião — e o resultado está aqui para chocar o mundo: o homem só de shortinho se bronzeando no hotel carioca não era João Doria Jr.!

O laboratório de Wuhan trabalhou com uma moderna técnica de RNA mensageiro, que acelera a mensagem através de transmissão via moto do iFood. Ou seja: o mensageiro voa. Ele botou todas as nossas perguntas na quentinha e voltou como um raio com as respostas definitivas. A mais conclusiva delas revela uma sentença irrefutável obtida a partir de evidência muito simples: toda a literatura científica comprova que Doria prefere pegar sol em Miami — portanto jamais estaria perdendo tempo numa laje em Copacabana.

E agora? O que dirão os críticos, os maledicentes e os intrigantes diante da revelação laboratorial da sua leviandade? O que dirão esses patrulheiros sem coração diante da constatação científica de que, se fosse para sair de São Paulo no fim de semana, Doria iria de jatinho para a Flórida, jamais para uma cidade perigosa do Estado rival? O mínimo que se espera é que o STF enquadre todos os difamadores do governador paulista no inquérito das fake news. Vocês vão se ver com o Alexandre.

O laudo de Wuhan sobre o caso Doria é devastador. Dentre outras constatações, prova que um governador salva-vidas jamais estaria em plena pandemia grudado numa espreguiçadeira que nem uma lagartixa fritando ao sol; jamais estaria sem máscara numa muvuquinha vip rodeado por corpos sarados e depilados; jamais se exporia ao público daquela maneira ridícula sem o aparato da sua junta de contingência e a proteção daquelas hashtags matadoras fique em casa, vacina já e covid forever.

O STF não deveria aceitar desculpas ou retratações nesse caso. Todos são culpados. Menos o Lula.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Nikolas Ferreira (@nikolasferreiradm)

Leia também “Loquidau, a hipnose”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

53 comentários

  1. Parabéns Fiuza! Sua análise, como sempre, ácida, inteligente e de excelente humor…as sextas feiras tem sido como um sopro de ar puro com as matérias excelentes dos colunistas de OESTE, após sermos obrigados a respirar o ambiente tóxico de nossos velhos políticos e da velha imprensa.

      1. Genial , é o que acontece quando um ditador não cumpre suas próprias regras,existe sempre um celular por perto,nunca esqueçam.Foi desmascarado sem máscara.

  2. Pessoas, ninguem vai comentar o fato de que quando o Calcinha foi pra Miami e deu uma desculpa amarela e voltou, a entrada de qualquer Brasileiro (inclusive do JMB) nao estava permitida?? Será que ele ‘voltou para cuidar de Sao paulo’ ou foi DEPORTADO???
    Fiuza, pesquisa ae e nos informe, por favor. Obgdo!

  3. Texto fino, bem acabado e de fina ironia. Uma herança do jornalismo de qualidade que já se praticou no Brasil tempos atrás. Lembranças de “O Pasquim” e cia. Realmente um momento que “despiora” nosso cotidiano.

  4. Putz… que conteúdo vazio… texto sem substancia… Uma semana para produzir conteúdo e… sai isso.
    “Particularmente estou perdendo o entusiasmo por essa assinatura por conta de textos como esse”.

      1. Você é um esquerdopata que reiteradamente crítica todos os colunistas! Toma vergonha na cara porque você é comentarista de aluguel!!!

      1. Bom Dia
        Sou Direita de raiz, mas esse texto tangencia a mediocridade, Fiuza está envelhecendo.

    1. Antonio, que pena que você não entende de ironia fina contra a hipocrisia. Também… com um mau humor desse…
      Mandou bem, Fiuza!
      Há quem não goste.
      Fazer o quê?

    2. Ja notamos que você está totalmente fora do seu ambiente , vai procurar um local para emitir suas opiniões esquerdopatas , que além de não pagar , pode lhe garantir uns R$ 30,00 Reais e um sanduba de Mortadela.
      Tchau !!!!!

  5. Fiuza, também acho que não era o Doria. Antes da eleição para o governo de São Paulo tiraram uma foto de um cara que parecia muito o Doria com umas barangas em um motel. Doria jamais faria isso. Doria jamais fecharia São Paulo e iria para Miami ou iria ao Rio. É culpa do Bolsonaro e do cinegrafista.

  6. Fiuza, muda o disco e fala sobre o tampão que toma conta do seu estado. Depois de vocês terem eleito uns quinze ladrões pro mesmo cargo, que surrupiaram qualquer chance de futuro pro seu estado. Fala um pouco disso e como a antropologia explica isso.

    1. Esse é realmente mais um esquerdopata infiltrado. Teve a pachorra de criticar o texto do Augusto nessa mesma edição. Agora o do Fiuza. E pior! Faz uma crítica sem consistência, com o único intuito de ser do contra. Como já disseram outros leitores, você escolheu a revista errada. É isso. Vá ler Crusoé, Veja, Isto É, etc, etc. Nessas você encontrará textos de acordo com o seu perfil.

  7. Fiuza, dessa vez voce se superou! Ahahahaha, sensacional! um texto que talvez apenas Millor, se estivesse aqui, poderia produzir. Obrigado!

  8. Eh eh eh,.. como o Augusto, neste final de semana a ironia tomou conta do tablado.
    Se a Fernanda Torres não quer a vacina disponível, então estamos perdidos. Tem alguma coisa no ar.

  9. Guilherme Fiúza nos brindou com uma crônica inspirado no Stanislaw Ponte Preta, e ficou espetacular! Parabéns, você é um cronista que pode reeditar o FEBEAPA, que tinha edição anual, mas do jeito que vamos nesse Brasil que amamos, pode ter uma edição quinzenal – fica a dica Guilherme!

  10. Excelente comentário. Com ironia e fino humor descreveu a hipocrisia do Agripino (e, pensar que trabalhei para eleger esse f…). Decepcionado é o meu último sentimento, depois de sentir todos os outros. Esse é um dos piores caráter que um político pode apresentar. Mas novas eleições virão. O POVO não pode esquecer do que estamos passando. Mas vamos lembrá-lo, com certeza.

  11. Olá, Fiuza.

    Você conhece o Dr Bret Weinstein (PhD), professor atacado nos protestos da Evergreen State College (2017)? E os Prof. Glenn Loury e John McWhorter ?
    Caso não conheça, eles são moderate democrats anti-woke que gosto muito de ouvir. Ambos têm podcast muito bons (YouTube, Spotify, …).
    Glenn Loury e John McWhorter têm feito as melhores críticas, que tenho visto, à insanidade da cultura woke nas questões raciais americanas, especialmente porque eles vêm de uma perspectiva “da esquerda”.
    Bret Weinstein tem feito uma crítica firme à censura do tratamento precoce e uma defesa aos resultados promissores que este tem apresentado.
    Recentemente, Bret entrevistou o Dr Pierre Kory (MD) e trouxe muitos dados interessantes sobre o tema.

  12. Ainda bem que a OESTE utilizou os serviços excelentes do laboratório de WUHAN para provar a inocência do ditador paulista, digo GOVERNADOR PAULISTA.
    Sou PAULISTANO e me pergunto, a que ponto chegamos em São Paulo.
    Um ESTADO que puxava a NAÇÃO, agora se esmera na DANAÇÃO.
    Grato FIUZA, muito bom.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site