6 ‘IPOs’ agitam o começo do ano no mercado de ações

Mais empresas entram para a bolsa de valores do país
-Publicidade-
Mosaico, uma das empresas que já concluíram 'IPO' em 2021 no Brasil
Mosaico, uma das empresas que já concluíram 'IPO' em 2021 no Brasil | Foto: Divulgação/B3

A lista de empresas que negociam suas ações diretamente na bolsa de valores brasileira já conta com mais seis novos integrantes desde o começo do ano. No decorrer das últimas semanas, a temporada de IPOs da B3 começou a se acelerar. A Mosaico e a Mobly são as mais novas companhias nesse grupo, com os processos de ofertas públicas iniciais sendo finalizados nesta sexta-feira, 5.

Leia mais: “Diretor da B3 responde a 5 perguntas sobre o mercado financeiro brasileiro”

Para a Mosaico, espécie de holding que controla marcas como Zoom, Buscapé e Bondfaro, a estreia na bolsa começou bem. Os ativos da companhia tiveram valorização de quase 97% no consolidado do dia, com cada ação sendo negociada a R$ 39. Na B3, a debutante do mercado de ações passa a ser conhecida pela sigla MOSI3.

-Publicidade-

Com a identificação de MBLY3, a Mobly também fez sucesso junto aos investidores em sua chegada à bolsa de valores. A valorização inicial foi de mais de 25%. Assim, a empresa que atua como loja on-line de móveis, encerrou o último pregão da semana (o seu primeiro) com valor de ação em 26,40, informa o site InfoMoney.

“Além da quantidade, chama a atenção a diversidade de ativos e histórias que estreiam na bolsa”

“É apenas o começo de fevereiro, e já chegamos à marca de 5 IPOs na B3 em 2021. Além da quantidade, chama a atenção a diversidade de ativos e histórias que estreiam na bolsa. Muitas dessas novas companhias são jovens, de setores com ainda pouca representatividade na B3 e que têm todas as condições de conquistar investidores interessados em boas histórias e oportunidades de diversificação”, comemorou o presidente da B3, Gilson Finkelsztain. Ele falou em cinco porque a declaração foi feita durante a cerimônia de IPO da Mosaico, realizada antes do da Mobly.

Semana agitada

Em seus IPOs, Mosaico e Mobly levantaram R$ 1,2 bilhão e R$ 812 milhões, respectivamente. E elas não foram as únicas empresas que estrearam na bolsa de valores brasileira nesta semana. Na véspera, a companhia de tecnologia Intelbras já havia movimentado a B3 com a captação inicial de mais de R$ 1 bilhão, conforme registrou Oeste.

IPOs em janeiro

A temporada 2021 de IPOs no Brasil começou, no entanto, em janeiro. No primeiro mês do ano, a HBR Realtry (comercialização de imóveis), o Grupo Vamos (aluguel de carros) e a Espaço Laser (rede de depilação) haviam entrado para o grupo de companhias que negociam ações no dia a dia da B3.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.