-Publicidade-

Bandidos promovem ‘noite do terror’ em Mococa (SP)

Criminosos fortemente armados atacaram agências bancárias e feriram um guarda municipal; veja imagens
Agência da Caixa era o alvo principal
Agência da Caixa era o alvo principal | Foto: Reprodução/Twitter

Bandidos fortemente armados atacaram três agências bancárias em Mococa (SP) na madrugada desta quarta-feira, 7. A cidade fica a 266 quilômetros da capital paulista. Não se sabe, ainda, o valor roubado. Durante a ação, os criminosos utilizaram explosivos, danificaram lojas e feriram um guarda municipal. Segundo o prefeito do município, Eduardo Barison (PSD), a quadrilha tinha como alvo principal uma agência da Caixa Econômica. A unidade bancária iniciaria hoje o pagamento da nova rodada do coronavoucher. Segundo a polícia, os criminosos intimidaram a população com tiros a esmo de fuzis e metralhadoras. Não houve enfrentamento com os agentes porque o bando fugiu por uma estrada vicinal na direção de Minas Gerais — Mococa fica perto da divisa entre os Estados. Um inquérito será instaurado para apurar o caso, e a Polícia Federal ficará responsável pela investigação.

Veja imagens

Leia também: “STF encerra inquérito contra ministro do TCU e ex-deputado do PT”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Uma solução seria acabar com a maior parte das cédulas e rastrear toda movimentação financeira. Deveria existir uma “conta” federal de cada cidadão, sendo o CPF o “endereço”. O dinheiro em espécie deveria ficar apenas para casos extremos de falta de estrutura para aplicar o sistema. Outra solução seria um QR code na cédula que o comerciante passaria no seu sistema antes de aceita-la. Sendo de origem de roubo, a nota perderia o valor e a polícia já seria avisada.

    1. Não – a solução é aprovarmos o pacote anticrime sem ressalvas, como originalmente pedido por Bolsonaro, que em seu primeiro ano de mandato reduziu homicídios em mais de 25% – ademais, termos uma polícia limpa e competente sem as algemas “garantistas” do pequeno stf e do Congresso, já que estes só decidem em favor de BANDIDOS. Lembre-se: a PRINCIPAL razão da criminalidade é a certeza da impunidade.

  2. É que a policia do Agripino Doriana está ocupada em esculachar com o cidadão então a bandidagem faz a festa. O guardinha municipal que se feriu é por que estava no lugar errado e na hora errada e não deu tempo de dar no pé, o canalha. 1×0 para a bandidagem!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.