Brasil registra recorde histórico de consumo de energia em março

Demandas residencial e comercial ajudam a estabelecer maior índice desde 2004, segundo a Empresa de Pesquisa Energética
-Publicidade-
Consumo residencial foi elevado nas regiões Sul e Norte, segundo o EPE
Consumo residencial foi elevado nas regiões Sul e Norte, segundo o EPE | Foto: Reprodução

O Brasil registrou em março um consumo de energia recorde, com o maior índice já registrado na medição da Empresa de Pesquisa Energética (EPE). O levantamento é feito pelo órgão federal desde 2004.

Em março foram consumidos 44.101 gigawatts-hora (GWh), o que representa um aumento geral de 1,6% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com o órgão.

O levantamento registrou crescimento nos dois itens analisados, que compõem o consumo total: 0,8% no mercado cativo, do consumidor regulado comum, e de 3% no mercado livre, no qual geradores e distribuidores negociam diretamente com os consumidores.

-Publicidade-

O aumento do consumo de energia no Brasil foi puxado pelas classes comercial (6,1%) e residencial (5,4%). Segundo o EPE, a demanda nas residências foi alavancada por temperaturas elevadas, principalmente nas regiões Sul e Norte.

Mesmo com o recorde, a EPE aponta retração de 3% no consumo da classe industrial, quando comparada aos números do mesmo período de 2021.

De acordo com o levantamento, as principais quedas foram registradas nos setores automotivo (11,2%), impactado pelo choque de oferta de semicondutores, e da metalurgia (3,3%). Por outro lado, a indústria de alimentos expandiu seu consumo pelo terceiro mês consecutivo (5,6%).

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.