Butantan conclui entrega de 100 milhões de doses da CoronaVac à Saúde

Instituto também confirmou que já começou a fazer a substituição dos lotes da vacina chinesa interditados pela Anvisa
-Publicidade-
O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, participou de entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes
O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, participou de entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes | Foto: Reprodução/YouTube

O Instituto Butantan, responsável pelo envase e pela distribuição da vacina chinesa CoronaVac no Brasil, anunciou nesta quarta-feira, 15, que concluiu as entregas de 100 milhões de doses programadas no contrato firmado com o Ministério da Saúde.

O último lote de imunizantes (5,1 milhões de doses) foi disponibilizado hoje ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do governo federal.

Leia mais: “Doria autoriza substituição de lotes da CoronaVac interditados pela Anvisa”

-Publicidade-

“O Butantan, o primeiro a entregar vacinas ao Brasil, em janeiro, é o primeiro também a concluir o seu contrato. Neste momento, é o maior quantitativo de doses entregues ao Ministério da Saúde. Está sendo entregue também 1,8 milhão de doses para fazer já a substituição daqueles lotes que foram colocados em quarentena pela Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária]”, disse o diretor do instituto, Dimas Covas.

Como noticiamos, a Anvisa foi comunicada pelo Butantan que o laboratório chinês Sinovac, fabricante da vacina contra a covid-19, enviou para o Brasil doses de uma fábrica que não fora inspecionada pela agência sanitária brasileira. A Anvisa divulgou que, como não sabe se a unidade cumpre as boas práticas de fabricação, houve a necessidade “de adoção de medida cautelar para evitar a exposição da população a possível risco iminente”.

Em princípio, serão destinados para essa substituição 11,9 milhões de doses da CoronaVac. A estimativa do Butantan é que todas as trocas sejam concluídas até o fim de setembro.

Leia também: “Butantan: doses da CoronaVac de lotes suspensos pela Anvisa eram seguras”

“Fizemos na tarde de ontem um cronograma de entrega dessas doses que foram ‘quarentenadas’ e, até o dia 29, substituiremos todas essas doses”, afirmou Covas. “Vamos aguardar a liberação desses lotes. Em algum momento, a Anvisa liberará essas doses que poderão ser usadas em outros cenários, fornecer a Estados e outros países com os quais o Butantan tem compromisso.”

Leia também: “SP aplicou 4 milhões de doses da CoronaVac de lotes suspensos pela Anvisa”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro