-Publicidade-

Governo pretende importar 10 milhões de doses da vacina Sputnik V

O imunizante russo deverá ser adquirido após aprovação do uso emergencial pela Anvisa
Governo pretende importar 10 milhões de doses da vacina Sputnik V
Governo pretende importar 10 milhões de doses da vacina Sputnik V | Foto: Divulgação

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, anunciou nesta sexta-feira, 5, a intenção de comprar 10 milhões de doses da vacina Sputnik V importadas da Rússia. A compra, no entanto, só vai ser concretizada se a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberar o uso emergencial do imunizante e se o governo considerar o preço “competitivo”. Elcio comunicou a intenção a representantes do laboratório União Química, que deverá produzir o imunizante no Brasil, em uma fábrica no Distrito Federal.

O ministério também disse que, num momento posterior, pretende comprar doses da Sputnik V fabricadas pelo laboratório no Brasil. O interesse do governo pela vacina russa aumentou depois de a Anvisa ter retirado a exigência de estudos de fase 3 conduzidos no território brasileiro para aprovação de uso emergencial dos imunizantes contra a covid-19. Nos casos em que isso ocorrer, a empresa diz que o prazo de análise do pedido será de até 30 dias. Até então, os estudos da fase 3 tinham que ter sido feitos obrigatoriamente no país, o que não é o caso da Sputnik V.

Leia também: “Anvisa busca agilizar a aprovação de vacinas”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês