-Publicidade-

Covid-19: Pfizer inicia testes de vacina em crianças

Primeiros voluntários receberam as primeiras doses ontem
Vacina da Pfizer/BioNTech já é aplicada em jovens de 16 e 17 anos nos Estados Unidos
Vacina da Pfizer/BioNTech já é aplicada em jovens de 16 e 17 anos nos Estados Unidos | Foto: Divulgação/Pfizer

A farmacêutica norte-americana Pfizer e a parceira alemã BioNTech iniciaram os testes de sua vacina no combate à covid-19 em crianças menores de 12 anos, informou a empresa nesta quinta-feira, 25.

Os primeiros voluntários do teste de estágio inicial receberam as primeiras doses ontem, disse a porta-voz da Pfizer, Sharon Castillo. Nenhuma vacina contra a covid-19 foi autorizada para crianças mais novas. Apenas o imunizante da Pfizer/BioNTech está sendo aplicado em jovens de 16 e 17 anos nos Estados Unidos.

Leia também: Covid-19: empresários e políticos participam de vacinação clandestina em MG

Fase de testes

Em um teste inicial com 144 participantes, a Pfizer/BioNTech pretendem avaliar a segurança de sua vacina de duas doses em três dosagens diferentes —10, 20 e 30 microgramas, segundo informações da agência Reuters. Mais adiante, as empresas devem passar para um teste de estágio avançado com 4.500 participantes, quando serão avaliados critérios de segurança, tolerância e a reação imunológica gerada pela vacina, além de analisar os níveis de anticorpos nos participantes jovens.

A Pfizer/BioNTech no Brasil

A vacina da Pfizer/BioNTech foi a primeira a receber o registro definitivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O Ministério da Saúde firmou contrato com a empresa americana no último dia 15 e a previsão é de que o Brasil receba, até o final deste ano, 100 milhões de doses do imunizante, que começam a chegar em abril.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.