Dados de imunogenicidade da CoronaVac ainda não foram validados pela Anvisa

Estudo traz informações sobre a duração da proteção da vacina chinesa
-Publicidade-
Anvisa: "Os estudos enviados necessitam ser complementados para fins da conclusão do estudo”
Anvisa: "Os estudos enviados necessitam ser complementados para fins da conclusão do estudo” | Foto: Willian Moreira/Futura Press/Estadão Conteúdo

A CoronaVac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, recebeu autorização para uso emergencial no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em 17 de janeiro deste ano. Entretanto, a aprovação ficou condicionada à apresentação de alguns dados que não foram enviados junto com o pedido de uso emergencial. Entre eles, o estudo de imunogenicidade, que segundo a Anvisa, é a capacidade, por exemplo, “de uma vacina incentivar o organismo a produzir anticorpos contra o agente causador da doença.”

Leia também: “Dimas Covas: cronograma de entrega da CoronaVac vai atrasar”

-Publicidade-

Em 30 de abril, o Butantan entregou os dados à Anvisa, mas a área técnica da agência reguladora informou em nota, na última sexta-feira 21, que “os estudos enviados necessitam ser complementados para fins da conclusão do estudo.”

Leia mais: “CoronaVac: efetividade varia de 61,8% a 28% em idosos a partir dos 70 anos, diz pesquisa”

Duração da imunidade

Ainda não se sabe por quanto tempo os anticorpos produzidos pela pessoa vacinada com a CoronaVac permanecerão no organismo. O Instituto Butantan também se propôs a realizar estudos complementares para indicar o tempo de duração da resposta imune da vacina chinesa. Também em nota, a Anvisa informou que a “proposta de estudos complementares ainda será avaliada, assim que for recebida.”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site