Doria anuncia início da produção da ButanVac e pede ‘senso de urgência’ à Anvisa

Segundo o tucano, 1 milhão de doses já estão em processamento, e a expectativa é que, até junho, esse montante chegue a 18 milhões
-Publicidade-
O governador de São Paulo, João Doria, anunciou o início da produção da ButanVac
O governador de São Paulo, João Doria, anunciou o início da produção da ButanVac | Foto: Reprodução/YouTube

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira, 28, que o Instituto Butantan começou hoje a produção de doses da ButanVac, candidata a vacina contra a covid-19.

Segundo o tucano, 1 milhão de doses já estão em processamento, e a expectativa é que, até junho, esse montante chegue a 18 milhões. No segundo semestre, a estimativa é que a produção alcance 40 milhões de doses. “Hoje o Brasil dá mais um importantíssimo passo na independência científica e tecnológica para a produção de uma vacina em nosso país”, afirmou Doria.

-Publicidade-

Leia mais: “Anvisa solicita mais documentos do Butantan para avaliar testes da ButanVac”

O governador paulista aproveitou para cobrar a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que exigiu do Butantan o envio de mais dados e documentos para que a fase de testes da ButanVac seja aprovada. “Deixo um registro para que a Anvisa tenha o senso de urgência para a aprovação da testagem e a aprovação desta vacina. Menos burocracia e mais solidariedade. É o que nós esperamos de nossa agência de vigilância sanitária: senso de urgência”, disse Doria.

O diretor do Butantan, Dimas Covas, também se pronunciou sobre o início da produção do imunizante. “Nós falamos que iniciaríamos a produção muito brevemente e começamos hoje”, afirmou. “Obviamente, temos que aperfeiçoar nosso sistema produtivo. Mas já existem hoje, na nossa fábrica, 1 milhão de doses em processamento.”

CoronaVac

Durante a entrevista coletiva, Doria também anunciou a antecipação da entrega de doses da CoronaVac, o imunizante produzido pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Butantan. Na sexta-feira 30, serão entregues mais 600 mil doses do imunizante, que estavam previstas inicialmente para 3 de maio.

Leia também: “Butantan pede à Anvisa autorização para início dos testes da ButanVac”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comments

  1. Estes caras querem vender vacina, dane-se se é segura ou não se vai fazer mau ou não se tem eficacia, aprova ai logo o ANVISA, é emergencia, ai se der ruim eles jogam a culpa na pandemia na urgencia, no momento…

  2. Pois é, Agripino: a “ciência” só vale quando é para decretar lockdown inútil e meter o pau no Bolsonaro. Caso contrário, o que prevalece é o “senso de urgência”.

  3. Pesos e medidas diferentes, cadê a ciência? tem que estar aprovada pelo orgão competente, é insuportável a arrogância do Agripino da calça justa

  4. lá vem joãoDog da propaganda…o cientista sem calças. pra alimentar as farsas dele tem que ser tudo urgente….e, os resultados são iguais a vacina que Ele intitula como sua. Aonde a eficiência é quase nula.

  5. JoãoMentirosoAgripino, essa vacina deve ser pior que a Coronavac que já não funciona; no mínimo é uma vacina destilada da outra, ou seja, aumenta-se o veículo que custa baratão e de uma 1 dose da Vac se faz 10 doses da Buta. Tomara que Anvis não caia em mais uma lorota…

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site