Doria fala em ‘pior semana’ da pandemia e não descarta ‘lockdown’

Governador de São Paulo tem reunião marcada com prefeitos de todo o Estado para discutir novas medidas contra a propagação do coronavírus
-Publicidade-
Governador de São Paulo disse que 'não se descarta nenhuma medida' no enfrentamento do coronavírus
Governador de São Paulo disse que 'não se descarta nenhuma medida' no enfrentamento do coronavírus | Foto: Divulgação/GESP

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), não descartou, nesta terça-feira, 2, a possibilidade de decretar medidas mais severas de isolamento social para frear o avanço da covid-19 em todo o Estado.

Ao visitar o drive-thru de vacinação no Estádio do Morumbi, o tucano afirmou que São Paulo vive o pior momento da pandemia.

-Publicidade-

“Entramos na pior semana da covid-19 da história da pandemia. Isso não apenas em São Paulo. Nos demais Estados também, e eu tenho falado com governadores de outros Estados. Há uma preocupação generalizada.”

Indagado sobre um eventual lockdown, com o fechamento do comércio e a proibição de as pessoas circularem, Doria respondeu: “Não se descarta nenhuma medida, desde que elas sejam embasadas pela ciência e pela saúde”.

Leia mais: Lockdown em São Paulo tomou ‘banho de marketing’, analisa Ana Paula Henkel

Segundo o Estadão, o governador se reunirá ainda nesta terça com secretários de Saúde e prefeitos de municípios paulistas para discutir novas medidas de combate ao coronavírus.

De acordo com o último balanço divulgado pela Secretaria estadual da Saúde, São Paulo registrou 468 mortes causadas pela covid-19 nas últimas 24 horas. Trata-se do maior número em um único dia desde o início da pandemia. Ao todo, o Estado contabiliza 60.014 mortos pela doença.

Mais cedo, como registramos, o secretário de Saúde do governo paulista, Jean Gorinchteyn, disse que é contrário à decretação de lockdown em todo o país. Por outro lado, ele defendeu o fechamento das escolas como medida de prevenção diante do aumento do contágio.

Leia também: “O fracasso do lockdown, reportagem de Branca Nunes e Paula Leal publicada na Edição 45 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.