-Publicidade-

Embate no STF: Marco Aurélio chama Luiz Fux de ‘autoritário’

Troca de farpas ocorreu nesta quinta-feira, durante sessão que decidia se o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) poderia responder em liberdade
Marco Aurélio se desentendeu com Luiz Fux e Alexandre de Moraes
Marco Aurélio se desentendeu com Luiz Fux e Alexandre de Moraes | Foto: Carlos Moura/SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello chamou Luiz Fux, presidente da Corte, de “autoritário”. A declaração foi feita nesta quinta-feira, 11, durante sessão que decidia se o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), preso desde fevereiro, poderia responder em liberdade. O relator da ação, ministro Alexandre de Moraes, manteve a prisão do parlamentar e determinou que só analisará o caso depois que a Corte decidir se recebe ou não a denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Na sessão, Marco Aurélio insistiu que o julgamento fosse realizado e pediu que a proposta fosse votada entre os magistrados. No entanto, Fux recusou a solicitação, causando indignação no colega. “Eu fiz uma proposta e espero que pelo menos ela passe pelo crivo do colegiado”, defendeu Marco Aurélio. Incomodado com o pedido, o relator Alexandre de Moraes rebateu: “Amanhã, trago uma lista de processos em que eu queira me manifestar e peço a Vossa Excelência para apregoar, mesmo o relator não trazendo o processo. Isso é um desrespeito ao relator”. Marco Aurélio respondeu: “Longe de mim, que tenho 42 anos de colegiado, desrespeitar o relator — ainda mais se o relator for um xerife”. Com a intenção de apaziguar o conflito, Fux interveio; Marco Aurélio, porém, opôs-se ao presidente do STF e disse que não aceita “mordaça”.

Leia também: “‘O mocinho está sendo tomado como bandido’, diz Marco Aurélio sobre cerco a Moro”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 comentários

  1. Processo com réu preso tem prioridade de tramitação, qualquer estudante de Direito sabe disso! Bem disse o ministro Marco Aurélio, sobre Alexandre ser xerife e Fux autoritário!!! Lamentável que os outros nove integrantes da corte não tenham manifestado apoio a Marco Aurélio. Note-se que os processos envolvendo Lula, quando preso, teve tramitação prioritária, o que foi correto. Será então que o STF agora mudou de entendimento????!!!!

  2. Essa suprema corte tupiniquim é uma comédia, suas sessões, atores e julgamentos são simplesmente ridícilos, drama comédia. A justiça brasileira está totalmente desacreditada!

  3. A côrte suprema está tensa…..
    Jamais teve tanta visibilidade e protagonismo.
    O mundo está vendo quão desqualificada e politizada está nossa “justiça”.
    A chegada de um conservador ao mais alto cargo executivo expôs a intolerância de esquerda que havia tomado todos os poderes dessa nação, por sorte, ainda temos patriotas militares, e contra eles, os pseudo-democratas se bórram!

  4. Ainda que nem sempre tenha tomado decisões justas, recentemente soltou bandido dizendo que não olhou a capa do processo, um escárnio, mas o novo decano mostrou que essa composição SUPREMA se tornou tirana, persecutória e suja. Temos de tudo lá: xerife, arrogante, sábio, soberbo, autoritário……
    A côrte suprema se tornou uma gaiola de loucos soberbos e autoritários, passou dos limites!!!!
    Chega!!!!

  5. Os membros do stf fazem questão de continuar sendo motivo de chacotas.
    De que outro modo estariam na ribalta? Real saber jurídico? Tenham dó!

  6. Bom, o que esperar dessa Corte Suprema, se no passado como AGU Gilmar Mendes disse que as decisões do STF parecem “manicômio judiciário”.
    Barroso em plenário e ao vivo assim ofendeu Gilmar Mendes: “você é uma pessoa horrível, uma mistura do mal com o atraso e pitadas de psicopatia”. Esse mesmo Barroso insinuou no exterior (NY) ou não divergiu de que o STF é um obstáculo na luta contra a corrupção no Brasil”.
    Dá para entender justamente Barroso que tudo fez para dificultar o impeachment de Dilma( inovou no regimento interno do Congresso), e defendeu ardorosamente no plenário do STF a forjada delação “premiadíssima” da JBS contra Temer, que liberou o criminoso Joesley para sair do pais com família e pertences?. Demonstrou odiar o PMDB quando o partido se desligou do governo Dilma, assim se manifestando: “Meu Deus do Céu, essa é nossa alternativa de poder”. Essa delação, Fachin homologou rapidamente sem sequer periciar a fajuta gravação quase inaudível. Vale lembrar que Marcelo Odebrech ficou preso 3 anos para delatar. Qual o critério?

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.