Governadores marcam reunião emergencial para discutir crise entre Poderes

Até o momento, apenas Ratinho Júnior (PR), Cláudio Castro (RJ) e Mauro Carlesse (TO) não confirmaram presença
-Publicidade-
Governadores já haviam se manifestado em defesa do Supremo Tribunal Federal
Governadores já haviam se manifestado em defesa do Supremo Tribunal Federal | Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

Governadores de 23 Estados e do Distrito Federal marcaram para segunda-feira 23 uma reunião emergencial cujo tema central deve ser a crise entre os Poderes da República, que atingiu um novo patamar depois de o presidente Jair Bolsonaro ter apresentado um pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O encontro do Fórum Nacional de Governadores está programado para as 10 horas e será por videoconferência. O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), disse ao G1 que inicialmente a reunião teria como pauta a agenda econômica, mas os acontecimentos do fim da última semana mudaram o enfoque das discussões.

Leia mais: “STJ vê com ‘preocupação’ pedido de impeachment de Moraes”

-Publicidade-

“O fórum já conseguiu, por meio de líderes estaduais da Câmara e do Senado, fazer crescer uma compreensão mais racional da conjuntura, e isso ajuda a criar um ambiente onde a gente possa dialogar com o Judiciário. Não é razoável o rumo que o país está tomando”, afirmou Dias.

Leia mais: “Ex-ministros da Justiça de FHC, Lula, Dilma e Temer pedem rejeição de impeachment contra Moraes”

Dos 27 governadores do país, apenas três ainda não haviam confirmado presença no encontro até a noite de sábado 21: Ratinho Júnior (PR), Cláudio Castro (RJ) e Mauro Carlesse (TO). No início da semana passada, como noticiou Oeste, os chefes dos Executivos de 23 Estados e mais o Distrito Federal divulgaram uma nota de apoio ao STF, depois das críticas de Bolsonaro a Moraes e ao ministro Luís Roberto Barroso.

Leia também: “Bolsonaro, sobre pedido de impeachment de Moraes: ‘Não é revanche’”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

13 comentários

  1. Vamos acompanhar as barbaridades contra o povo que sairão nesta reunião e o que cada um desses trastes irá falar nesta conspiração. Já estou adiantando o resultado e a natureza disso aí, é conspiração mesmo e não é nenhuma preocupação com harmonia de poderes algum, isso todos nós já sabemos, só um débil mental ainda não se deu conta da situação.

  2. Reunião provocada pela Fraternidade do Norte, Primeiro Comando da Capital, Comando Vermelho e braços acessórios.
    Sr. Presidente, não há mais ponto de retorno. Avance forte.

  3. OS GOVERNADORES QUE ASSINARAM UMA CARTA EM FAVOR DO STF – EM FAVOR DE MINISTROS QUE DESEQUILIBRAM OS PODERES – OS ADVOGADOS ALEXANDRE MORAES e ROBERTO BARROSO – SÃO SUSPEITOS – PORQUE A MAIORIA DELES DESVIARAM DINHEIRO REPASSADO PELO GOVERNO BOLSONARO E FORAM PROTEGIDOS PELO MESMO STF QUE COMPACTUA COM A CORRUPÇÃO E O DESEQUILIBRIO INSTITUCIONAL. O POVO CONTINUA TRABALHANDO PARA O BRASIL!

    1. Isso mesmo. E agora esse governador do Piauí vem falar “que não é razoável o rumo que o país está tomando” depois de realizarem uma verdadeira bagaceira no Nordeste e no país como um todo em conluio com o STF. Ora, tenha Santa paciência.

  4. Dialogar, discutir, tudo bem, mas essa turma faz isso? Devem estar com discurso pronto com estratégias pra livrar as próprias caras. Perdemos a confiança.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro