Governo de MT reduzirá ICMS para venda de etanol a outros Estados

Diminuição do imposto será gradual e valerá somente para o combustível hidratado
-Publicidade-
Se as usinas mato-grossenses ampliarem sua produção a redução do ICMS poderá chegar a 3,2% | Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Se as usinas mato-grossenses ampliarem sua produção a redução do ICMS poderá chegar a 3,2% | Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O governo de Mato Grosso decidiu reduzir a alíquota de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na venda de etanol para outros Estados. A medida será gradual e valerá somente para o combustível hidratado, que compete com a gasolina. Hoje, a alíquota é de 5% e cairá para 4,5% em 2022, com previsão de chegar a 3,2%, se as usinas mato-grossenses ampliarem sua produção.

Leia mais: “Gasolina é mais competitiva que o etanol em todos os Estados do país”

Segundo estimativa da União Nacional de Etanol de Milho, o Estado deverá atingir a produção adicional de 1,5 bilhão de litros em 2024. Com isso, a alíquota de 3,2% passará a valer no ano seguinte. O aumento na oferta do combustível, segundo a entidade, será alcançado com investimentos para expandir a capacidade das usinas. Os projetos já programados para os próximos três anos somam R$ 5 bilhões.

-Publicidade-

Leia também: “Inédito: duto vai levar biodiesel direto ao distribuidor”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro