Ilhabela (SP) volta a exigir uso de máscaras

Desde 20 de novembro, o uso da proteção estava flexibilizado
-Publicidade-
A proteção vale para todos os lugares, inclusive nas praias
A proteção vale para todos os lugares, inclusive nas praias | Foto: Reprodução

Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, voltou a exigir o uso de máscaras em todos os lugares. O decreto está em vigor desde a quarta-feira 22. A proteção facial vale para todos os lugares, inclusive praias e outros ambientes abertos.

“Nos espaços abertos ao público, incluídos os bens de uso comum da população, no interior de estabelecimentos e prédios com fins educacionais, comerciais, bancários e religiosos”, estabeleceu o decreto no Diário Oficial.

Desde 20 de novembro, o uso de máscaras estava liberado na ilha. A prefeitura chegou a ser notificada pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), devido ao descumprimento do decreto impondo o acessório no Estado.

-Publicidade-

A desobediência motivou à investigação do Ministério Público de São Paulo. O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci (PL), disse que o recuo se deu em razão do maior risco de transmissão da gripe H3N2, além da Ômicron.

A notificação foi feita pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional. Conforme a pasta, o MP-SP toma “providências necessárias para que a cidade siga as orientações sanitárias de combate à covid-19 em vigência”.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.