Jogadores da seleção brasileira decidem disputar Copa América

Após afastamento do presidente da CBF, Rogério Caboclo, atletas vão participar do torneio no Brasil
-Publicidade-
Após afastamento do presidente da CBF, jogadores da seleção decidiram disputar a Copa América no Brasil
Após afastamento do presidente da CBF, jogadores da seleção decidiram disputar a Copa América no Brasil | Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Em meio a uma crise que envolveu o técnico Tite e até o presidente Jair Bolsonaro, culminando no afastamento do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, os jogadores da seleção brasileira decidiram disputar a Copa América no país.

O torneio, que inicialmente seria disputado na Argentina e na Colômbia, foi transferido para o Brasil com a chancela do governo federal. Os jogadores da seleção, principalmente os que atuam na Europa, ameaçaram boicotar a competição. Tite e a comissão técnica também eram contra a participação no campeonato continental.

-Publicidade-

Leia mais: “Em indireta a Tite, Mourão diz que Cuiabá está precisando de técnico”

Segundo o site GE, o anúncio oficial da decisão de disputar a Copa América deve ser feito na terça-feira 8, após o jogo do Brasil contra o Paraguai pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Catar.

Leia mais: “Bolsonaro nega que tenha pedido saída de Tite da seleção: ‘Estou fora dessa’”

No domingo 6, como noticiamos, Caboclo foi afastado por 30 dias da presidência da entidade pela Comissão de Ética da instituição, devido a denúncias de assédio sexual e moral contra uma funcionária. O dirigente havia perdido o apoio dos atletas. Após sua saída do comando da CBF, a maioria dos jogadores decidiu participar da Copa América no país.

Leia também: “‘Não compete ao ministério decidir isso’, afirma Queiroga sobre Copa América”

Mais cedo, como registramos, Jair Bolsonaro negou que tenha pressionado a CBF pela demissão de Tite. No fim de semana, o SporTV informou que o então presidente da CBF havia prometido a Bolsonaro que o treinador deixaria o comando da equipe e seria substituído por Renato Gaúcho.

“A minha participação na Copa América é abrir o Brasil para que ela fosse realizada aqui”, afirmou o presidente. “Já tem quatros Estados acertados [para receber os jogos do torneio], tudo certinho. No tocante a jogador, técnico, estou fora dessa. Não tenho nada a ver com isso aí.”

Leia mais: “A Copa América da discórdia”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site