-Publicidade-

Nunes Marques vota a favor de manter punição a Dallagnol

Em 2020, o CNJ puniu o ex-coordenador da Lava Jato em Curitiba por mensagens publicadas nas mídias sociais
Se depender da avaliação de Kassio Nunes Marques, Deltan Dallagnol será punido
Se depender da avaliação de Kassio Nunes Marques, Deltan Dallagnol será punido | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou nesta sexta-feira, 26, a favor da manutenção da punição de censura aplicada pelo Conselho Nacional de Justiça ao procurador Deltan Dallagnol, ex-coordenador da Lava Jato em Curitiba. Em 2020, o conselho puniu Deltan por mensagens publicadas nas mídias sociais posicionando-se contra a eleição do senador Renan Calheiros (MDB-AL) para a presidência do Senado. “Dificilmente veremos reforma contra corrupção aprovada”, diziam as mensagens. A penalidade de censura, uma vez aplicada, atrasa a progressão na carreira e serve de agravante em outros processos no conselho. Os procuradores também podem ser punidos com suspensão, demissão ou cassação da aposentadoria.

Leia também: “Kassio Nunes rebate ataques de Gilmar: ‘Não temo ninguém’”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Dallagnol não é juiz, não julga, é um procurador, um promotor, sua opinião pessoal deve ser reservada, mas sua constatação técnica poderá ser exposta, como o é nos processos que não correm sob segredo de justiça.
    Outra coisa é se comportar como militante ativo e propagador aos quatro ventos do que se convenceu.
    Pelo que ele falou nas redes, não vejo qualquer motivo para punição; dizer que no Brasil os corruptos poderosos têm proteção da Justiça, não é mentira, é fato, inclusive Renan!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.