Dólar dispara e fecha julho com alta de 4,76%

Índice da bolsa brasileira tem pior desempenho mensal em cinco meses
-Publicidade-
Dólar fechou julho na maior valorização mensal desde janeiro | Foto: Divulgação/Pixabay
Dólar fechou julho na maior valorização mensal desde janeiro | Foto: Divulgação/Pixabay

Em um dia marcado por tensões no cenário doméstico e externo, o dólar comercial encerrou esta sexta-feira vendido a R$ 5,21, com alta de 2,57% (R$ 0,13). A cotação chegou a operar abaixo de R$ 5,10 no fim da manhã. À tarde, porém, operadores do mercado financeiro dizem que, como a moeda norte-americana vinha de dois pregões de fortes perdas, abriu-se espaço hoje para um movimento de realização de lucros.

Leia também: “Contas do setor público têm déficit de R$ 65,5 bilhões em junho”

Com o desempenho de hoje, a moeda fechou o mês com ganhos de 4,76% — a maior valorização mensal desde janeiro deste ano. Já a bolsa caiu mais de 3% e fechou julho no pior desempenho mensal em cinco meses.

-Publicidade-

Leia mais: “Desemprego fica em 14,6% e atinge 14,8 milhões, aponta IBGE”

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro