Governo espera arrecadar R$ 450 milhões no 1° leilão do Pró-Brasil

"A boa notícia é que temos interessados, confirmando a tese de que nossos certames serão bem-sucedidos", afirmou o ministro Tarcísio de Freitas
-Publicidade-
O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, durante cerimônia de entrega do Prêmio Aeroportos + Brasil 2020 | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, durante cerimônia de entrega do Prêmio Aeroportos + Brasil 2020 | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL | O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, durante cerimônia de entrega do Prêmio Aeroportos + Brasil 2020 | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

“A boa notícia é que temos interessados, confirmando a tese de que nossos certames serão bem-sucedidos”, afirmou o ministro Tarcísio de Freitas

governo
Certame marca a primeira concessão do governo no âmbito do Pró-Brasil | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

O governo Jair Bolsonaro realiza nesta sexta-feira, 28, os leilões de arrendamento de dois terminais de celulose no Porto de Santos (SP), conforme noticiou Oeste: o STS14 e o STS14A. São os primeiros certames sob gestão do Ministério da Infraestrutura realizados durante a pandemia de coronavírus. Os leilões devem ser mais concorridos que o esperado inicialmente pela pasta, podendo ter três, e no máximo quatro, competidores por terminal. “A boa notícia é que temos interessados, confirmando a tese de que nossos leilões serão bem sucedidos. Temos mais de uma proposta por área”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, durante participação em um webinar.

-Publicidade-

Leia também: “Setor ferroviário ganha reforço com novo centro de tecnologia em Anápolis”

Dessa forma, o certame também vai marcar a primeira concessão do governo no âmbito do Pró-Brasil, cujo programa deve ser lançado em breve pelo Ministério da Economia. Os investimentos previstos nos dois terminais somam cerca de R$ 420 milhões, incluindo acessos rodoferroviários. Além disso, os arrendamentos ainda vão render R$ 110,9 milhões para a Santos Port Authority (SPA), que administra o porto, ao longo de 25 anos do contrato. A disputa será pelo maior valor de outorga, que tem lance mínimo de R$ 1,00. A quantia é justificada pelo foco do governo na atração de investimentos para os dois terminais, sem objetivo arrecadatório.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro