Guedes: ‘Foco tem de ser seguir com as reformas’

Ao participar de 'live' com empresários, ministro da Economia também afirmou que a vacinação em massa contra a covid-19 é 'a melhor política fiscal'
-Publicidade-
Ministro da Economia, Paulo Guedes, participou de 'live' com empresários na noite de domingo 21
Ministro da Economia, Paulo Guedes, participou de 'live' com empresários na noite de domingo 21 | Foto: Reprodução/Firjan

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a defender a pauta reformista do governo de Jair Bolsonaro, desta vez ao participar de uma live com empresários na noite de domingo 21.

“Foco tem de ser seguir com reformas. O Brasil pode ser a maior fronteira de investimentos do mundo”, afirmou. Segundo o ministro, apesar das dificuldades, o governo tem avançado na pauta das reformas — entre as quais a administrativa, que deve render uma economia de R$ 300 bilhões a R$ 450 bilhões “sem grandes dificuldades”, em sua avaliação.

-Publicidade-

Leia mais: “Após críticas de Guedes, Mandetta chama ministro da Economia de ‘mau caráter’”

“Temos de ter coragem em assumir orçamentos públicos. Descarimbar o dinheiro não significa dar menos. Para mim, desindexa, desvincula e desobriga. Mas vamos chegar lá. É uma questão de tempo, uma estrada longa a ser percorrida.”

Leia também: “Vacinação está atrasada desde a gestão de Mandetta na Saúde, diz Guedes””

Paulo Guedes também reiterou a importância de o Brasil acelerar a vacinação em massa da população contra a covid-19. “Vacinação em massa é a melhor política fiscal, mais barata e de maior impacto sobre a oferta”, disse. “A primeira medida fiscal, de saúde pública, de tudo, é a vacinação em massa.”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.