-Publicidade-

Investimento estrangeiro no Brasil cai 50% em 2020

A queda nos aportes é resultado direto da pandemia, que afetou todos os países
O investimento estrangeiro em solo brasileiro já foi mais pujante
O investimento estrangeiro em solo brasileiro já foi mais pujante | Foto: Samir Baptista/AE/Estadão Conteúdo

Em um ambiente de incertezas sobre o futuro do Brasil, na esteira da pandemia do novo coronavírus, o Investimento Direto no País (IDP) somou US$ 34,2 bilhões em 2020, informou nesta quarta-feira, 27, o Banco Central. O resultado é 50,6% inferior aos US$ 69,2 bilhões registrados em 2019. Também é o pior desde 2009.

A marca ainda ficou abaixo das estimativas apuradas pelos analistas da consultoria Projeções Broadcast, do jornal O Estado de S. Paulo, que iam de US$ 35 bilhões a US$ 50 bilhões. Pelos cálculos do Banco Central, o IDP de 2020 indicaria entrada de US$ 36 bilhões. O IDP engloba investimentos mais duradouros no país, como em uma nova fábrica ou ampliação da capacidade de uma instalação já existente no território.

A forte queda do IDP em 2020 é resultado direto da pandemia, que afetou os fluxos de investimentos em todo o mundo. No caso específico do Brasil, a fragilidade fiscal e limitações de infraestrutura também costumam ser apontadas como fatores negativos para a atração de investimentos.

Leia também: “Ministro promete investimento em energia nuclear”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês