Presidente do BC reconhece inflação acelerada no Brasil

Campos Neto disse que o trabalho do Banco Central 'será difícil'
-Publicidade-
O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, reconheceu que a alta de juros vai criar ambiente desafiador para o Brasil
O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, reconheceu que a alta de juros vai criar ambiente desafiador para o Brasil | Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, reconheceu que a inflação acelerou e teve piora quantitativa e qualitativa em todos os aspectos.

“É importante ser realista e entender quão disseminada está a inflação. Será difícil o trabalho do BC”, disse Campos Neto, nesta terça-feira, 16, durante a participação no Fórum Jurídico de Lisboa, em Portugal, onde relatou que as expectativas de inflação continuam subindo.

Campos Neto ainda destacou que o choque do preço de eletricidade e combustíveis neste ano é o maior dos últimos 20 anos, e vem em seguida ao choque de alimentos do ano passado.

-Publicidade-

O presidente do Banco Central falou que “pela primeira vez” o Brasil está passando por um problema de inflação interna e, ao mesmo tempo, “está importando a inflação externa”.

Ele também reconheceu que o processo de alta de juros no mundo “vai criar ambiente mais desafiador para o Brasil.”

Leia também: “A pandemia da inflação”, artigo de Alan Ghani publicado na edição 81 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.