Astronauta norte-americano vai voltar à Terra em nave russa após ameaça

Agência espacial russa havia ameaçado deixar Mark Vande Hei em resposta às sanções dos EUA no conflito Rússia-Ucrânia
-Publicidade-
Americano deixará Estação Espacial Internacional em carona com colegas russos
Americano deixará Estação Espacial Internacional em carona com colegas russos | Foto: divulgação Roscosmos

A Nasa anunciou nesta terça-feira, 15, que o astronauta norte-americano Mark Vande Hei vai voltar à Terra a bordo da cápsula russa Kazakhstan. O comunicado acontece dias depois de o chefe da agência espacial russa ameaçar deixar para trás o colega dos Estados Unidos, em retaliação às sanções impostas ao seu país no conflito com a Ucrânia.

Chefe da Nasa para o projeto da Estação Espacial Internacional (EEI), Joel Montalbano afirmou que Vande Hei vai retornar para casa de carona com dois cosmonautas russos.

“Posso dizer com certeza que Mark está voltando para casa. Estamos em comunicação com nossos colegas russos. Não existe confusão sobre isso”, comentou o representante da Nasa, que confirmou que os tripulantes estão cientes do que vem acontecendo na Ucrânia.

-Publicidade-

Nos últimos dias, o chefe da agência espacial da Rússia, Dmitry Rogozin, havia ameaçado abandonar Mark Vande Hei no espaço, após os Estados Unidos anunciarem sanções financeiras contra o país pela invasão da Ucrânia.

Rogozin adotou o tom de ruptura em uma série de comentários nas redes sociais. O executivo publicou um vídeo que ameaçava deixar Vande Hei no espaço e desconectar os russos da Estação Espacial Internacional, projeto que já tem mais de 20 anos em cooperação internacional, com EUA, Rússia, Japão, Canadá, além de outras nações europeias.

Com 355 dias no espaço, Vande Hei é o astronauta que passou mais tempo na estação espacial, localizada a mais de 400 quilômetros da órbita da Terra.

A estação espacial

Nos últimos 24 anos, os Estados Unidos e a Rússia trabalharam juntos para construir e manter a EEI. A estação é dividida em duas partes: o segmento orbital russo e o segmento orbital dos EUA, separando o trabalho dos profissionais das duas nacionalidades.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.