Daniel Ortega e políticos da Nicarágua são proibidos de entrar nos EUA

É mais uma sanção da Casa Branca em resposta à eleição presidencial, considerada fraudulenta
-Publicidade-
O ditador da Nicarágua, Daniel Ortega, vai comandar o país pela quarta vez consecutiva
O ditador da Nicarágua, Daniel Ortega, vai comandar o país pela quarta vez consecutiva | Foto: Reprodução/Redes sociais

Membros do governo socialista da Nicarágua, incluindo o ditador do país, Daniel Ortega, foram proibidos de ingressar nos Estados Unidos (EUA). A decisão foi divulgada na terça-feira 16.

Trata-se de uma resposta à eleição presidencial do país em 7 de novembro, “vencida” pela quarta vez consecutiva por Ortega. A Casa Branca descreveu o pleito como fraudulento.

A proibição de viagens aos EUA se aplica a todos os “funcionários eleitos” na Nicarágua, incluindo Daniel Ortega e sua esposa, a vice-presidente Rosario Murillo, bem como membros das forças de segurança, juízes e prefeitos.

-Publicidade-

A decisão americana veio um dia depois de os EUA, o Reino Unido e o Canadá imporem sanções direcionadas às autoridades nicaraguenses, em uma resposta coordenada a uma eleição que muitos países chamaram de fictícia.

A Organização dos Estados Americanos (OEA) denunciou o processo eleitoral na Nicarágua, afirmando que Ortega “pisoteara todos os princípios da democracia”.

Leia mais: “A Nicarágua entra no clube das ditaduras”, reportagem de Dagomir Marquezi publicada na edição 86 da Revista Oeste 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Me cite um único caso em que “sanções” políticas e econômicas conseguiram reverter a marcha de uma ditadura.

    Só quem pode conter e destituir uma ditadura é o próprio povo que ela tenta subjugar. Não existe outra solução.

    Pensem nisso, porque a nossa vez chegou.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.