Le Violon d’Ingres pode se tornar a foto mais cara já vendida em um leilão

Obra de arte de Man Ray deve arrecadar até R$ 35 milhões em maio deste ano
-Publicidade-
Le Violon d'Ingres, foto tirada por Man Ray
Le Violon d'Ingres, foto tirada por Man Ray | Foto: Divulgação/ Flickr

A obra Le Violon d’Ingres pode ser tornar em maio a fotografia mais cara de todos os tempos. De acordo com a casa de leilões Christie’s, a impressão original deve arrecadar entre US$ 5 e 7 milhões (entre R$ 25 milhões e R$ 35 milhões).

A imagem em preto e branco, tirada em 1924 pelo artista surrealista norte-americano Man Ray, pertencia ao casal de executivos Rosalind Gersten Jacobs e Melvin Jacobs. Além da fotografia, a filha do casal, Peggy Jacobs Bader, vai vender outras obras de arte da coleção, como joias e pôsteres. Em um comunicado, Peggy disse que cada peça leiloda tem uma história única e íntima por trás e reflete o espírito alegre do relacionamento dos pais.

O fotógrafo Man Ray (foto reprodução PICRYL)
-Publicidade-

“Esta imagem é uma das obras mais icônicas do século 20″, disse Darius Himes, chefe internacional de fotografia da Christie’s, em nota. “A foto é resultado de um processo de câmara escura único. O alcance e a influência da imagem, ao mesmo tempo romântica, misteriosa, maliciosa e divertida, capturou as mentes de todos por quase 100 anos.”

O recorde atual da fotografia mais cara vendida em leilão é de Andreas Gursky’s Rhine II, que foi adquida por mais R$ 21 milhões (mais de US$ 4 milhões) em 2011.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.