Mercenários russos tocam o terror na África

Eles manipulam a situação de forma a abrir as estratégicas reservas minerais do país para o controle de Putin
-Publicidade-
Mercenários russos  trabalham para o Wagner Group, empresa de serviços militares que pertence a Yevgeny Prigozhin | Foto: Reprodução/Twitter
Mercenários russos trabalham para o Wagner Group, empresa de serviços militares que pertence a Yevgeny Prigozhin | Foto: Reprodução/Twitter

Uma comissão da ONU lançou um documento de 184 páginas em que acusa mercenários russos de espalhar o terror em países como a República Centro-Africana. Eles trabalham para o Wagner Group, uma empresa de serviços militares que pertence a Yevgeny Prigozhin.

Prigozhin, um ex-presidiário, tornou-se um dos bilionários protegidos do presidente Vladimir Putin. Transformou seu Wagner Group num serviço de guarda-costas e uma espécie de exército particular do presidente centro-africano Faustin-Archange Touadéra.

“Rússia lança disparos de advertência contra navio britânico” 

-Publicidade-

Sorcha MacLeod, membro da comissão da ONU, resumiu para o jornal The Times o resultado da investigação: “O que nós vimos foi uma clara evidência de russos envolvidos em matanças extrajudiciais em massa, pessoas detidas e torturadas e o massacre de civis. Eles sistematicamente saqueiam cada cidade ou aldeia por que passam”.

Hoje, 2 mil russos do Grupo Wagner praticamente dominam a República Centro-Africana. Eles manipulam a situação de forma a abrir as estratégicas reservas minerais do país para o controle de Putin. O Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais de Washington calcula que mercenários russos estejam presentes em 26 países da África, além da Síria e da Venezuela de Nicolás Maduro.

“Vladimir Putin tira Rússia de tratado de vigilância militar” 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Para evitar qualquer tentativa destes mercenários de atuarem aqui, as Três forças Nacionais, Exército, Marinha e Aeronáutica devem ficar 24 h de plantão.

  2. A depender desses generais que conhecemos, é melhor esperar para o pior A Venezuela não só já não invadiu essa porcaria aqui porque não há necessidade, eles já tem o controle disso tudo sem disparar um só tiro. Basta só o Foro de São Paulo que já manda nessa joça aqui. Podem aguardar a confirmação da eleição do Nove Dedos para o final do próximo ano que já está tudo dominado ou é preciso ser mais claro?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site