‘Passaporte da vacina’ de Israel passa a exigir terceira dose

Documento de comprovação da vacinação é obrigatório para que as pessoas tenham acesso a locais como restaurantes, bares e cinemas
-Publicidade-
Israel passa a exigir terceira dose da vacina contra a covid-19 para entrada em estabelecimentos
Israel passa a exigir terceira dose da vacina contra a covid-19 para entrada em estabelecimentos | Foto: Divulgação/Flickr

A partir deste domingo, 3, o chamado “passaporte da vacina” instituído pelo governo de Israel passará a incluir a obrigatoriedade da terceira dose contra a covid-19.

O documento de comprovação da vacinação é obrigatório para que as pessoas tenham acesso a locais como restaurantes, bares, cinemas, academias e estabelecimentos comerciais em geral. Até então, quem tivesse tomado as duas doses era liberado para entrar. A partir de agora, será necessário ter recebido a dose de reforço.

Leia mais: “Israel retira Brasil de ‘lista vermelha’ de destinos não recomendados”

-Publicidade-

O passaporte sanitário será válido por apenas seis meses depois da última dose recebida — a mudança afetará quase 2 milhões de israelenses, segundo estimativas da imprensa local.

Na prática, todos os certificados que estavam em vigor foram anulados, e os cidadãos precisarão emitir um novo documento por meio do site ou do aplicativo do Ministério da Saúde de Israel.

Leia também: “Kamala Harris provoca crise diplomática por suposta apologia de discurso contra o Estado de Israel”

Depois do anúncio da mudança nas regras, houve manifestações de israelenses contra o passaporte sanitário em várias regiões do país.

Leia mais: “Governo de Israel ameaça punir professores que não se vacinarem”

Com informações da agência Associated Press

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.