Polônia concede visto humanitário a atleta que se recusa a voltar à Bielorrússia

Krystsina Tsimanouskaya revelou estar preocupada com a própria segurança e pediu proteção
-Publicidade-
Krystsina Tsimanouskaya procurou proteção policial no aeroporto internacional da capital japonesa
Krystsina Tsimanouskaya procurou proteção policial no aeroporto internacional da capital japonesa | Foto: Reprodução/Redes sociais

O governo da Polônia anunciou nesta segunda-feira, 2, que concederá visto humanitário à velocista Krystsina Tsimanouskaya, da Bielorrússia. Ela disputaria os Jogos Olímpicos de Tóquio na prova dos 200 metros rasos e se recusou a embarcar de volta a seu país por medo de sofrer represálias.

Tsimanouskaya criticou os treinadores da equipe e revelou sua insatisfação por ter sido inscrita na prova de revezamento 4 x 400m do atletismo. Ela foi incluída na disputa em substituição a outras integrantes do time de atletismo do país que não puderam competir.

Leia mais: “Com medo de represália, atleta da Bielorrússia se recusa a voltar ao país”

-Publicidade-

Segundo a atleta bielorrussa, funcionários da delegação foram a seu quarto no alojamento da Vila Olímpica e a obrigaram a fazer as malas e voltar ao país. O motivo do afastamento teria sido o fato de ela ter “falado no Instagram sobre a negligência dos treinadores”.

Leia também: “Ditador da Bielorrússia ordena pouso de avião comercial para prender opositor”

Embora pouco conhecida antes do episódio, Tsimanouskaya já havia manifestado publicamente seu apoio a grupos de oposição ao regime do ditador da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, que governa o país desde 1994. A atleta esteve hoje na embaixada da Polônia em Tóquio e teve a confirmação de que receberá o visto.

Como Oeste noticiou mais cedo, Tsimanouskaya planejava pedir asilo à Alemanha ou à Áustria. Em vídeo publicado nas redes sociais, ela pediu ao Comitê Olímpico Internacional (COI) para que se envolvesse no caso.

Leia também: “União Europeia estabelece sanções econômicas à Bielorrússia”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro