Protestos no Cazaquistão deixam ao menos 164 mortos

Cerca de 5,8 mil manifestantes foram presos pela polícia
-Publicidade-
Mais de 2,2 mil pessoas ficaram feridas durante os distúrbios em Almaty, a maior cidade do Cazaquistão
Mais de 2,2 mil pessoas ficaram feridas durante os distúrbios em Almaty, a maior cidade do Cazaquistão | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Ao menos 164 pessoas morreram nos protestos no Cazaquistão da semana passada, informou neste domingo, 9, o ministério da Saúde do país. Entre os mortos estão 103 pessoas em Almaty, a maior cidade do Cazaquistão, onde manifestantes invadiram e depredaram prédios do governo.

Mais de 2,2 mil pessoas ficaram feridas durante os distúrbios — 1,3 mil delas oficiais de segurança, de acordo com as autoridades. Também havia cerca de 5,8 mil pessoas detidas pela polícia, conforme o gabinete do presidente, com um “número considerável de estrangeiros”.

O presidente Kassym-Jomart Tokayev afirmou que os protestos foram alimentados por “terroristas” com apoio estrangeiro. Na sexta-feira 7, Tokayev disse que havia autorizado a polícia e os militares a atirar para matar na tentativa de restaurar a ordem.

-Publicidade-

As manifestações começaram por causa de um aumento nos preços dos combustíveis, mas cresceram para expressar frustrações mais amplas sobre o governo e seu autoritarismo. Tokayev dissolveu o próprio governo, mas não renunciou ao cargo. Ele decretou estado de emergência e impôs um toque de recolher, que não foi respeitado pelos manifestantes.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.